Imprensa livre e independente
03 de novembro de 2017, 11h53

Em seu último dia de trabalho, funcionário do Twitter apaga a conta de Donald Trump

Conta ficou suspensa por 11 minutos, mas já voltou ao normal; presidente norte-americano comentou o fato, chamando o funcionário de “brincalhão”.

Conta ficou suspensa por 11 minutos, mas já voltou ao normal; presidente norte-americano comentou o fato, chamando o funcionário de “brincalhão”. Da Redação* Um funcionário que estava em seu último dia de trabalho no Twitter fez o que muita gente gostaria de ter feito: apagou a conta do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. O anúncio foi feito pela rede social na madrugada desta terça-feira (3). A conta ficou suspensa por 11 minutos, mas já voltou ao ar, e Trump já voltou a tuitar como normalmente faz. “Mais cedo, a conta @realdonaldtrump foi inadvertidamente desativada por erro humano por um...

Conta ficou suspensa por 11 minutos, mas já voltou ao normal; presidente norte-americano comentou o fato, chamando o funcionário de “brincalhão”.

Da Redação*

Um funcionário que estava em seu último dia de trabalho no Twitter fez o que muita gente gostaria de ter feito: apagou a conta do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. O anúncio foi feito pela rede social na madrugada desta terça-feira (3).

A conta ficou suspensa por 11 minutos, mas já voltou ao ar, e Trump já voltou a tuitar como normalmente faz.

“Mais cedo, a conta @realdonaldtrump foi inadvertidamente desativada por erro humano por um empregado do Twitter. A conta ficou fora do ar por 11 minutos, mas foi restaurada. Continuaremos a investigar e tomaremos ações para evitar que isso aconteça de novo”, relatou comunicado da rede social.

Entretanto, duas horas depois, o Twitter revelou o que tinha acontecido. “Na nossa investigação, soubemos que isso foi feito por um empregado do apoio ao cliente, que o fez em seu último dia de trabalho. Estamos conduzindo uma ampla revisão interna”.

Veja também:  Novos vazamentos: Noblat tripudia em Moro e Dallagnol

Trump comentou o acontecido em seu perfil do Twitter. “Minha conta no Twitter foi tirada do ar por 11 minutos por um empregado brincalhão. Acho que a mensagem deve finalmente estar sendo divulgada – e tendo um impacto”. Desde o início do governo Trump, o Twitter sofre pressões para derrubar a conta do presidente, cujas afirmações vão, teoricamente, contra os termos de serviço da rede social. A empresa, no entanto, diz que mantém o perfil presidencial no ar por conta de seus “valores de noticiabilidade”.

*Com informações do Opera Mundi

 Foto: Wikimedia Commons

 

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum