Imprensa livre e independente
20 de julho de 2017, 13h59

Emissão de passaportes deve normalizar nesta sexta-feira (21)

De acordo com a PF, são realizados 11 mil atendimentos por dia útil para a requisição do documento em todo o país. Como a paralisação já dura três semanas, a demanda não atendida pode superar 150 mil pedidos.

De acordo com a PF, são realizados 11 mil atendimentos por dia útil para a requisição do documento em todo o país. Como a paralisação já dura três semanas, a demanda não atendida pode superar 150 mil pedidos. Da Redação A expectativa do governo é que a impressão de passaportes volte ao normal nesta sexta-feira (21). O fato se deve à sanção da lei que libera recursos para a emissão foi sancionada nessa quarta-feira (19) pelo presidente Michel Temer e publicada no “Diário Oficial da União” nesta quinta-feira (20). O projeto destina R$ 102 milhões para o Ministério da Justiça regularizar...

De acordo com a PF, são realizados 11 mil atendimentos por dia útil para a requisição do documento em todo o país. Como a paralisação já dura três semanas, a demanda não atendida pode superar 150 mil pedidos.

Da Redação

A expectativa do governo é que a impressão de passaportes volte ao normal nesta sexta-feira (21). O fato se deve à sanção da lei que libera recursos para a emissão foi sancionada nessa quarta-feira (19) pelo presidente Michel Temer e publicada no “Diário Oficial da União” nesta quinta-feira (20).

O projeto destina R$ 102 milhões para o Ministério da Justiça regularizar a emissão de passaportes, suspensa desde 27 de junho.

O agendamento online e o atendimento nos postos da PF estão mantidos, mas a entrega dos novos passaportes ainda não tem data marcada.

De acordo com a PF, são realizados 11 mil atendimentos por dia útil para a requisição do documento em todo o país. Como a paralisação já dura três semanas, a demanda não atendida pode superar 150 mil pedidos.

Somente estão sendo emitidos passaportes de emergência, ou seja, para situações que necessitem do documento de viagem e não possam comprovadamente esperar o prazo normal de confecção e entrega do documento, como motivos de saúde, trabalho ou catástrofes naturais, por exemplo.

Veja também:  Bolsonaro novamente transparece preconceito contra nordestinos e chama assessor de “pau de arara”

Não é permitida a emissão de passaporte de emergência para viagens a turismo.

 

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum