Imprensa livre e independente
11 de dezembro de 2018, 11h22

Empresário que comprou triplex atribuído a Lula pode fazer aluguel ‘temático’ pelo Airbnb

De acordo com Fernando Gontijo, as pessoas pagariam para passar alguns dias hospedadas no “apartamento de Lula”

Interior do triplex que, de acordo com Moro, teria sido reformado pela OAS em benefício de Lula (Reprodução/YouTube)
O propalado tríplex do Guarujá, atribuído ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, pode ser alugado pelo serviço de hospitalidade Airbnb. A modalidade é uma das quatro ideias do empresário Fernando Gontijo, que adquiriu o imóvel. De acordo com o empresário, o aluguel seria “temático”. As pessoas pagariam para passar alguns dias hospedadas no “apartamento de Lula”. Fórum precisa ter um jornalista em Brasília em 2019. Será que você pode nos ajudar nisso? Clique aqui e saiba mais Outra das ideias de Gontijo é fazer uma venda casada com uma grande empresa, de varejo, por exemplo. Ela anunciaria aos clientes que quem comprasse...

O propalado tríplex do Guarujá, atribuído ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, pode ser alugado pelo serviço de hospitalidade Airbnb.

A modalidade é uma das quatro ideias do empresário Fernando Gontijo, que adquiriu o imóvel. De acordo com o empresário, o aluguel seria “temático”. As pessoas pagariam para passar alguns dias hospedadas no “apartamento de Lula”.

Fórum precisa ter um jornalista em Brasília em 2019. Será que você pode nos ajudar nisso? Clique aqui e saiba mais

Outra das ideias de Gontijo é fazer uma venda casada com uma grande empresa, de varejo, por exemplo. Ela anunciaria aos clientes que quem comprasse seus produtos concorreria, depois de um ano, ao sorteio do tríplex.

Além disso, o empresário pode ainda realizar um leilão ou simplesmente colocar o apartamento à venda.

O imóvel, que de acordo com a sentença do juiz Sérgio Moro, sofreu reformas no valor de mais de um milhão de reais, passa novamente por obras. O elevador, por exemplo, foi danificado: a porta dele ficou aberta por muito tempo e a água entrou, danificando a caixa de máquinas.

Veja também:  Paulo Henrique Amorim e a coragem dos que não se calam

A farsa

Em abril deste ano, o apartamento foi ocupado pelo MTST, que o filmou por dentro, e desmontou a farsa da narrativa produzida por Moro e pela Rede Globo, com apoio de quase todos os outros veículos de comunicação e de boa parte do judiciário.

Visto por dentro, o apartamento estava longe de justificar as obras luxuosas que a construtora OAS teria realizado, de acordo com o processo que justificou a prisão de Lula.

Com informações da coluna de Mônica Bergamo

Agora que você chegou ao final desse texto e viu a importância da Fórum, que tal apoiar a criação da sucursal de Brasília? Clique aqui e saiba mais

 

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum