Imprensa livre e independente
30 de março de 2019, 08h29

Entidades da sociedade civil lançam manifesto em defesa do Supremo

O documento é assinado pela CNBB, OAB, UNE, CNI e grandes centrais sindicais

Foto: Agência Brasil
De acordo com informações do Painel, da Folha, deste sábado (30), entidades da sociedade civil se uniram em um manifesto de desagravo ao STF. A razão é a descrença numa mudança de atitude de Jair Bolsonaro e de parte de seus apoiadores. O documento é assinado pela CNBB, OAB, UNE, CNI e grandes centrais sindicais. O texto diz que países que admitiram retrocessos “começaram suas fatídicas trajetórias atacando o Judiciário de forma desleal e falsa”. O manifesto, ainda de acordo com a coluna, será lançado na quarta (3). Haverá sessão solene no Supremo. Representantes dessas entidades e políticos irão até a...

De acordo com informações do Painel, da Folha, deste sábado (30), entidades da sociedade civil se uniram em um manifesto de desagravo ao STF. A razão é a descrença numa mudança de atitude de Jair Bolsonaro e de parte de seus apoiadores.

O documento é assinado pela CNBB, OAB, UNE, CNI e grandes centrais sindicais. O texto diz que países que admitiram retrocessos “começaram suas fatídicas trajetórias atacando o Judiciário de forma desleal e falsa”.

O manifesto, ainda de acordo com a coluna, será lançado na quarta (3). Haverá sessão solene no Supremo. Representantes dessas entidades e políticos irão até a corte.

O texto afirma que “a Suprema Corte é insubstituível e é dever de todos a sua defesa, pois, sem ela, nenhum cidadão está protegido”. Além disso, condena “ataques autoritários e truculentos contra o guardião da Constituição” e “discursos que pregam o ódio e a violência”.

Por sua vez, movimentos identificados com a direita convocam atos contra o STF para o fim da mesma semana em que o documento será lançado. Há apelo pelo impeachment de ministros e pela “proteção à Lava Jato”.

Veja também:  Governo Bolsonaro quer acabar com liberação de FGTS em demissão sem justa causa

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum

#tags