Imprensa livre e independente
15 de dezembro de 2014, 09h10

Erundina: ‘Apoio ao PSDB desfigurou o PSB’

Deputada Luiza Erundina (PSB-SP) bate duro no seu próprio partido, que teria perdido completamente a identidade ao apoiar Aécio Neves (PSDB-MG), no segundo turno das eleições presidenciais, por decisão de Marina Silva.

Deputada Luiza Erundina (PSB-SP) bate duro no seu próprio partido, que teria perdido completamente a identidade ao apoiar Aécio Neves (PSDB-MG), no segundo turno das eleições presidenciais, por decisão de Marina Silva Por Brasil 247 A deputada Luiza Erundina (PSB-SP), eleita para um quinto mandato com 177 mil votos, concedeu uma importante entrevista ao jornalista Fernando Taquari, do Valor Econômico, sobre a crise que hoje vive o PSB, que, na campanha presidencial, migrou da centro-esquerda para a centro-direita, ao apoiar o candidato Aécio Neves (PSDB-SP) no segundo turno. “O PSB, primeiro, tem que voltar a ser socialista. Hoje, não é...

Deputada Luiza Erundina (PSB-SP) bate duro no seu próprio partido, que teria perdido completamente a identidade ao apoiar Aécio Neves (PSDB-MG), no segundo turno das eleições presidenciais, por decisão de Marina Silva

Por Brasil 247

A deputada Luiza Erundina (PSB-SP), eleita para um quinto mandato com 177 mil votos, concedeu uma importante entrevista ao jornalista Fernando Taquari, do Valor Econômico, sobre a crise que hoje vive o PSB, que, na campanha presidencial, migrou da centro-esquerda para a centro-direita, ao apoiar o candidato Aécio Neves (PSDB-SP) no segundo turno.

“O PSB, primeiro, tem que voltar a ser socialista. Hoje, não é nada. Está completamente desfigurado e sem identidade pelos erros todos que cometeu. Não é aquele partido para o qual eu fui em 1997. Nas eleições fez concessões a segmentos conservadores. Agora, faz um jogo que se confunde com a direita mais reacionária do Congresso ao mesmo tempo que diz que vai apoiar o governo Dilma em certas questões”, diz ela.

“Essa dubiedade mostra que o PSB não tem um projeto para o país e, pior, está distante de se seus compromissos originais. Um partido não deve existir para disputar o poder a cada quatro anos, mas para propor soluções aos problemas estruturais do país.”

Veja também:  Presidente do PSB diz que votos que contrariam resolução do partido são ‘balbúrdia partidária’

Sobre o apoio ao PSDB no segundo turno, Erundina usa a palavra “absurdo”. “O Campos dizia que deveríamos quebrar a polarização para ser a terceira força. Ao optar por um dos polos, você não só preserva a polarização, como fortalece um dos lados. O ideal era ter liberado os companheiros até pelas alianças regionais que foram feitas com PT e PSDB. Discordei da posição de Marina no segundo turno, especialmente da forma como se deu. Ela até colocou o emblema do outro candidato no peito.”

Foto de capa: PSB

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum