TORNEIO MILIONÁRIO

Copa do Brasil 2024: Conheça os participantes e as novidades da competição

A competição nacional se desenha com a presença de times de todos os cantos do Brasil, prontos para escreverem sua história

Troféu da Copa do Brasil.Créditos: CBF/Divulgação
Escrito en ESPORTE el

A edição de 2024 da Copa do Brasil promete ótimos espetáculos de futebol com a participação de 92 equipes de todas as regiões do Brasil. O torneio, que terá início no dia 21 de fevereiro e se estenderá até 10 de novembro, conforme o calendário da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), já tem todos os seus participantes definidos.

O último time a conquistar sua vaga foi o Athletico-PR, que assegurou seu lugar na competição ao vencer o Santos na penúltima rodada do Brasileirão. Com essa vitória, o clube paranaense garantiu uma vaga direta na terceira fase da Copa do Brasil, abrindo espaço para uma vaga estadual que foi preenchida pelo sexto colocado do Campeonato Paranaense, o Cascavel.

A diversidade geográfica entre os participantes é notável, com representantes de todos os estados do Brasil. No Norte, times como Rio Branco-AC, Remo-PA e São Raimundo-RR se preparam para a competição. A região Nordeste conta com a presença de equipes como Fortaleza, Sport e Sampaio Corrêa. Já no Centro-Oeste, clubes como Brasiliense, Atlético-GO e Cuiabá estão prontos para a disputa. Os estados do Sudeste e Sul contribuem com suas potências futebolísticas, incluindo Flamengo, Palmeiras, Grêmio, Atlético-MG, São Paulo e outros.

No entanto, uma ausência notável é a do Santos, único time que jogou a Série A do Brasileirão 2023 e que não conseguiu garantir vaga na competição de 2024. A mudança no regulamento, que agora distribui as vagas com base na colocação no campeonato estadual, deixou o Peixe de fora, já que ficou na 11ª posição no Paulistão. Mas a cidade de Santos terá seu participante: a Portuguesa Santista, mais conhecida como Briosa, venceu a Copa Paulista meses atrás e garantiu vaga na Copa do Brasil.

O formato de disputa da Copa do Brasil 2024 seguirá o regulamento estabelecido pela CBF. Inicialmente, as equipes serão divididas em potes de acordo com o ranking nacional da entidade. Os confrontos serão em jogo único, com a equipe de pior colocação no ranking sendo a mandante, tendo a vantagem do empate para a equipe visitante. Os jogos do segundo mata-mata e da terceira fase também serão decididos em jogo único, com a possibilidade de disputa por pênaltis em caso de empate no tempo regulamentar.

A partir da terceira fase, times como São Paulo, Flamengo e outros integrantes do Brasileirão entrarão na competição, trazendo ainda mais emoção aos confrontos, que serão determinados por sorteio. As oitavas de final seguirão o mesmo padrão, com sorteio definindo os duelos. Nas fases seguintes, os confrontos serão decididos por chaveamento.

Quanto às premiações, a CBF aumentou as cotas para 2024, com valores que variam de acordo com o ranking dos clubes. A premiação máxima para o campeão é de R$ 70 milhões, enquanto o vice-campeão levará para casa R$ 30 milhões.

Na última temporada, São Paulo e Flamengo protagonizaram a final, com o Tricolor se consagrando campeão no Morumbi com vitória por 1 a 0 após o empate em 1 a 1 no primeiro jogo, no Maracanã. A expectativa para a Copa do Brasil de 2024 é de grandes emoções, com times de todo o país lutando pelo título e pela premiação milionária.

Lista de Times Participantes na Copa do Brasil de 2024

Norte

Acre: Rio Branco-AC e Humaitá;

Amapá: Trem e Independente-AP;

Amazonas: Amazonas e Manauara;

Pará: Águia de Marabá, Remo e Paysandu;

Rondônia: Porto Velho e Ji-Paraná;

Roraima: São Raimundo-RR e GAS-RR;

Tocantins: Capital-TO e Tocantinópolis.

Nordeste

Alagoas: ASA, CRB e Murici;

Bahia: Bahia, Jacuipense, Itabuna e Vitória;

Ceará: Fortaleza, Iguatu, Ferroviário e Ceará;

Maranhão: Maranhão, Moto Club e Sampaio Corrêa;

Paraíba: Sousa e Treze;

Pernambuco: Sport, Retrô e Petrolina;

Piauí: Fluminense-PI e River-PI;

Rio Grande do Norte: América-RN e ABC;

Sergipe: Itabaiana e Confiança.

Centro-Oeste

Distrito Federal: Real Brasília e Brasiliense;

Goiás: Anápolis, Atlético-GO, Aparecidense e Goiás;

Mato Grosso: União Rondonópolis, Cuiabá e Operário VG;

Mato Grosso do Sul: Operário-MS e Costa Rica.

Sudeste

Espírito Santo: Real Noroeste e Nova Venécia;

Minas Gerais: Atlético-MG, América-MG, Cruzeiro, Tombense, Villa Nova-MG e Athletic Club;

Rio de Janeiro: Flamengo, Vasco, Volta Redonda, Audax-RJ, Olaria, Nova Iguaçu, Portuguesa-RJ e Fluminense;

São Paulo: São Bernardo, Ituano, Bragantino, Água Santa, Portuguesa Santista, Palmeiras, Corinthians, Botafogo-SP e São Paulo.

Sul

Paraná: Athletico-PR, FC Cascavel, Maringá, Operário-PR, Cianorte e Coritiba;

Rio Grande do Sul: Grêmio, Internacional, Ypiranga-RS, Caxias, Juventude e São Luiz;

Santa Catarina: Brusque, Criciúma e Marcílio Dias.