ESPANHA

Leia carta que Daniel Alves enviou da cadeia à ex-esposa

A espanhola Joana Sanz, com quem o atleta é casado há 8 anos, anunciou publicamente que quer se divorciar

Daniel Alves e Joana Sanz.Leia carta que Daniel Alves enviou da cadeia à ex-esposa Créditos: Reprodução/Instagram
Escrito en ESPORTE el

Preso desde 20 de janeiro por acusação de estupro contra uma jovem espanhola de 23 anos no banheiro da boate Sutton, em Barcelona, o lateral direito Daniel Alves espera pelo seu julgamento. Em meio a partidas de futebol e os períodos encerrado na cela, o atleta encontrou algum tempo para escrever uma carta para a agora ex-esposa, Joana Sanz.

A modelo espanhola anunciou, uma semana atrás, que seu relacionamento como jogador acabou e pretende dar entrada em um divórcio após 8 anos casada com o atleta.

Na carta, enviada à ex, Dani Alves lamentou sua decisão e sugeriu que ela não teria “aguentado a pressão” gerada pelo episódio.

“Compreendo a dor que está causando a injusta situação que estamos vivendo. Entendo que você não tenha sido capaz de suportar toda essa pressão”, escreveu.

Na sequência, o jogador se defende das acusações, afirma ser inocente e promete provar que está certo “para o mundo inteiro”.

De acordo com a imprensa espanhola, as chances de Daniel Alves ser condenado são altas, e as penas podem ir de 8 a 10 anos de prisão. A previsão é de que o caso seja concluído ainda neste ano.

Leia a carta a seguir

"Minha querida Joana, foram quase oito anos de muito amor, carinho, respeito e cuidados mútuos. Em particular, nos últimos anos. Ao seu lado, tudo parece mais fácil e prazeroso. Você e meus filhos, Dani Filho e Victoria, foram o que de melhor aconteceu em minha vida.

Juntos crescemos desde o dia em que nos conhecemos, desde o primeiro minuto em que iniciamos uma vida em comum. Nos acompanhamos todos esses anos, nos fortalecendo e iluminando um a vida do outro.

Agora, nesses momentos difíceis, lamento sua decisão e anseio que a vida nos brinde com outra oportunidade de voltar a te amar.

Compreendo a dor que está causando a injusta situação que estamos vivendo. Entendo que você não tenha sido capaz de suportar toda essa pressão.

Os fatos de que sou acusado são alheios a mim e aos valores que me guiaram por toda a minha vida: o amor, o respeito e o esforço.

 Eu seguirei lutando como sempre fiz, acreditando no apoio e na confiança daqueles que sabem quem eu realmente sou. Lutarei até o final, com amor incondicional dos meus filhos, dos meus pais e de quem segue ao meu lado, para, em breve, demonstrar minha inocência ao mundo inteiro.

Onde seja, como seja, o que seja, para sempre em meu coração. Com muito amor: Daniel Alves."

*Ajude a financiar o documentário da Fórum Filmes sobre os atos golpistas de 8 de janeiro. Clique em https://bit.ly/doc8dejaneiro e escolha o valor que puder ou faça uma doação pela nossa chave: pix@revistaforum.com.br