Boxeador cubano vence dissidente e comemora: “Pátria ou morte. Venceremos!”; veja vídeo

Júlio Cesar La Cruz, medalha de ouro nas olímpiadas do Rio em 2016, venceu Emmanuel Reyes, que é dissidente cubano e se naturalizou para defender a Espanha

Publicidade

O boxeador cubano Júlio Cesar La Cruz, medalha de ouro nas olímpiadas do Rio em 2016, exclamou diante das câmeras, após vencer Emmanuel Reyes: “Pátria ou vida, não! Pátria ou morte. Venceremos!”.

O desabafo teve razões fortes. Reyes, que é dissidente cubano e se naturalizou para defender a Espanha, se diz defensor da campanha “SOS Cuba”, que ataca o governo revolucionário da ilha. Ele afirmou que iria a Tóquio “arrancar cabeças”.

Publicidade

Após perder a luta para La Cruz, choramingou ter sido injustiçado e que os árbitros teriam agido com viés político contra ele.

O duelo foi equilibrado e os juízes deram a vitória por 4 a 1 para ‘La Sombra’, tetracampeã mundial dos meio-pesados.

Publicidade
Publicidade

Julio César La Cruz costuma encerrar as lutas com uma saudação em homenagem ao falecido líder da Revolução Cubana Fidel Castro. Na próxima semifinal, o cubano enfrentará o brasileiro Abner Texeira.

Publicidade
Publicidade
Avatar de Julinho Bittencourt

Julinho Bittencourt

Jornalista, editor de Cultura da Fórum, cantor, compositor e violeiro com vários discos gravados, torcedor do Peixe, autor de peças e trilhas de teatro, ateu e devoto de São Gonçalo - o santo violeiro.

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR