Com variante Delta em circulação e público no estádio, Bolsonaro deve ir ao jogo do Flamengo no DF

Presidente deixou o hospital para tratar uma obstrução intestinal há apenas 3 dias, mas deve marcar presença no primeiro jogo com público no estádio Mané Garrincha esta noite

O presidente Jair Bolsonaro, que desde o início da pandemia se posiciona contra a paralisação do futebol e o veto ao público nos estádios, deve comparecer ao jogo entre Flamengo e Defensa y Justicia, pela Copa Libertadores da América, na noite desta quarta-feira (21).

Esta será a primeira partida a contar com público. O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), liberou 25% de torcida nos estádios.

Apesar de questionamentos na Justiça por conta da alta taxa de contágio do coronavírus no estado, a decisão de liberar público no futebol foi mantida.

A partida ocorre justamente no dia em que o DF registrou os primeiros 6 casos da variante Delta do coronavírus, considerada mais transmissível e agressiva.

A presença de Bolsonaro no jogo, apenas três dias após deixar o hospital para tratar uma obstrução intestinal, não consta em sua agenda oficial, mas a informação de que ele vai à partida foi confirmada ao portal Metrópoles e ao jornal Correio Braziliense por fontes do governo.

Mais cedo, uma equipe do Gabinete de Segurança Institucional esteve no Mané Garrincha para inspecionar o estádio – procedimento padrão antes de eventos que Bolsonaro participa.

O vice-presidente, Hamilton Mourão, também marcará presença.

Notícias relacionadas

Avatar de Ivan Longo

Ivan Longo

Jornalista, editor de Política, desde 2014 na revista Fórum. Formado pela Faculdade Cásper Líbero (SP). Twitter @ivanlongo_

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR