quinta-feira, 29 out 2020
Publicidade

“Estão me julgando e me atacando igual fazem com o Bolsonaro”, diz Robinho, que declara ter recebido apoio de Neymar

O atacante ainda insinuou que a vítima estaria tentando se beneficiar financeiramente. "A imprensa colocou coisas deturpadas a meu respeito. Só que ninguém colocou que a menina pediu, no processo, R$ 3 milhões"

Após culpar o “movimento feminista” pelas críticas que vem recebendo nas redes pela condenação por estupro coletivo na Itália, o atacante Robinho, que teve contrato rompido pelo Santos, se comparou a Jair Bolsonaro em entrevista à Fox Sports pelos “ataques”.

Saiba tudo sobre o caso envolvendo o jogador Robinho

“As pessoas estão me julgando e me atacando igual fazem com o Bolsonaro. Eu não entendo porque estão me atacando assim”, disse Robinho, em uma das comparações de seu caso com o do presidente, que ainda não se pronunciou sobre o assunto.

O atleta também disse que recebeu uma mensagem do jogador Neymar Júnior, do Paris Saint Germain, que recebeu apoio do presidente quando foi acusado de estupro pela modelo Najila Trindade. Sem provas, o processo não seguiu adiante.

“[Neymar] Me mandou mensagem. Não é um fato difícil de acontecer. Aconteceu com Neymar. Me deu apoio, se disponibilizou a me ajudar com as pessoas que ajudaram na inocência dele”, afirmou.

O atacante ainda insinuou que a vítima, uma jovem de origem albanesa, estaria movendo o processo para se beneficiar financeiramente. “A imprensa colocou coisas deturpadas a meu respeito. Só que ninguém colocou que a menina pediu, no processo, R$ 3 milhões. Isso ninguém colocou”.

Com informações do jornal O Estado de S.Paulo

Plinio Teodoro
Plinio Teodoro
Plínio Teodoro Jornalista, editor de Política da Fórum, especialista em comunicação e relações humanas.