Manifesto medíocre de jogadores da seleção frustra torcedores: “Vergonha”

Casagrande falou que "esperava uma atitude" dos jogadores. O cientista Miguel Nicolelis criticou o "discurso autocentrado e medíocre" diante da realização da Copa América em meio a quase 500 mil brasileiros mortos pela Covid

O manifesto medíocre divulgado por jogadores da seleção brasileira na madrugada desta quarta-feira (9), após vitória contra o Paraguai, em que afirmam estar “insatisfeitos com a condução da Copa América pela Conmebol, fosse ela sediada tardiamente no Chile ou mesmo no Brasil”, mas que como “trabalhadores, profissionais do futebol” não dirão “não à seleção brasileira” frustrou torcedores, jornalistas e internautas.

Notícias relacionadas

Crítico contumaz da política genocida de Jair Bolsonaro e da realização da Copa América no Brasil, o ex-jogador Casagrande afirmou que “esperava uma atitude” dos atletas.

“Eu esperava mais dos jogadores, e não só um manifesto. Esperava uma atitude. Na minha opinião, não deveria ter Copa América no Brasil”, afirmou.

Colega na Globo – e geralmente com posições contrárias – Caio Ribeiro afirmou após o fim da transmissão da Globo que a decisão de participar da Copa América foi “da presidência”.

“Que fique claro que a decisão de jogar não partiu dos jogadores ou comissão técnica. Mas da presidência”, disse, sem explicar se é a Presidência da CBF ou da República.

O cientista Miguel Nicolelis criticou o “discurso autocentrado e medíocre” dos jogadores e do técnico Tite.

“Até agora nhma palavra sobre a situação da pandemia no Brasil na coletiva pós-jogo da seleção brasileira. Nem jogador, nem técnico, nem ninguém coloca a questão da falta de qquer nexo em realizar Copa América c/ 500 mil mortos no país. Discurso auto-centrado e medíocre. Vergonha!”, tuitou.

“Nem o técnico se dignou a mandar qualquer tipo de mensagem de solidariedade aos brasileiros. Hj a seleção deixou claro q ñ está nem aí p/ as 500 mil vítimas desta pandemia. Todos colocaram seus fones de ouvido e disseram q ñ tem nada a ver com o sofrimento e destino do povo BR”, emendou Nicolelis.

Felipe Neto foi outro que se mostrou decepcionado com a posição dos atletas. “Agora eu entendi o significado de ‘amarelar'”.

Avatar de Plinio Teodoro

Plinio Teodoro

Jornalista, editor de Política da Fórum, especialista em comunicação e relações humanas.