Rebeca Andrade: Brasileira, Mulher, Negra, pioneira de Ouro e Prata

Com o ouro conquistado no salto, ela se torna a primeira brasileira que sobe duas vezes ao pódio em uma única edição de Jogos Olímpicos

Já é possível fazer uma lista dos feitos até aqui da brasileira Rebeca Andrade nos Jogos Olímpicos de Tóquio. Com a prata no individual geral ela se tornou a primeira brasileira medalhista olímpica na ginástica artística. Neste domingo (1º), ela se tornou a primeira brasileira campeã olímpica no salto. Com isto, foi também a primeira brasileira a sobir duas vezes ao pódio em uma única edição de Jogos Olímpicos.

Achou pouco? Então lá vai. Nesta segunda-feira (2), ela ainda poderá conquistar a terceira medalha. Rebeca disputará a final do solo, às 5h57 (de Brasília).

As primeiras mulheres brasileiras medalhistas olímpicas foram Jaqueline Silva, Sandra Pires, Adriana Samuel e Mônica Rodrigues. Elas fizeram uma dobradinha na estreia do vôlei de praia nos Jogos.

Entre os homens, o primeiro brasileiro a conquistar duas medalhas olímpicas em uma mesma edição de Olimpíadas foi o atirador Afrânio da Costa, nos Jogos da Antuérpia 1920. Na Rio 2016, o canoísta Isaquias Queiroz se tornou o primeiro atleta do país a superar essa marca, com três medalhas.

A média dos dois saltos de Rebeca Andrade foi 15.083, abaixo do que apresentou na classificação, mas o suficiente para garantir a conquista histórica. A americana Mykayla Skinner ficou com a prata (14.916), e a sul-coreana Yeo Seojeong, com o bronze (14.733).

O Brasil ainda conquistou neste domingo o bronze na natação com Bruno Fratus e garantiu mais uma medalha no boxe. Hebert Souza venceu Abilkhan Amankul, do Cazaquistão, nas quartas de final, e garantiu no mínimo o bronze.

Com informações da Folha e do G1

Avatar de Julinho Bittencourt

Julinho Bittencourt

Jornalista, editor de Cultura da Fórum, cantor, compositor e violeiro com vários discos gravados, torcedor do Peixe, autor de peças e trilhas de teatro, ateu e devoto de São Gonçalo - o santo violeiro.

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR