Terrivelmente evangélico: Time ligado à Universal vai bem na Copa São Paulo

No Canaã Esporte Clube, que pode avançar às oitavas da Copinha, palavrão é proibido, assim como brinco e pintar o cabelo. Eles oram no vestiário e no campo e até carregam bíblia após as partidas

Um clube com sede em Irecê, na Bahia, ganhou destaque na Copa São Paulo de 2022 e o que tem chamado a atenção não é só o bom futebol apresentado dentro de campo. Os jogadores do Canaã Esporte Clube oram em voz alta no campo e nos vestiários, se ajoelham em público e levantam as mãos aos céus, saem com bíblias após as partidas e não gritam um só palavrão durante os embates, nem mesmo nos momentos de maior emoção.

Embora não admita formalmente, o Canaã é apontado por todos os torcedores que acompanham o time nos jogos como um braço esportivo da Igreja Universal do Reino de Deus, o monumental império evangélico erguido pelo pastor Edir Macedo, e uma das denominações neopentecostais mais influentes e ricas do Brasil. Das arquibancadas paulistas, os espectadores que vibram com o time de azul confessam que fazem parte do movimento jovem da Universal e que são chamados a comparecer aos gramados pelos pastores da IURD.

Quem convive com a realidade do clube durante todo o ano afirma que a estrutura física e profissional do Canaã, na Bahia, é muito grande e conta com condições que pequenos clubes brasileiros nem sonham em ter. Tudo seria fruto da parceria com a poderosa Universal.

Em entrevistas, todos os atletas ouvidos confirmam que são evangélicos e misturam discurso esportivo com religioso. Dentro das quatro linhas, nada de cabelos com cortes extravagantes, brincos nas orelhas ou xingamentos típicos da modalidade. Antes do apito inicial e após o apito final, o que se vê é muita devoção e agradecimentos ao Criador.

Campanha

O Canaã venceu o Real Brasília, da capital federal, por 2 a 1 na quinta-feira (13) e com o resultado passou a figurar entre os 32 melhores times do tradicional torneio de futebol da categoria júnior disputado no estado de São Paulo no início de todos os anos. Agora, os devotos jogadores do clube baiano enfrentarão o Juventus, da rua Javari, e se passarem estarão nas oitavas de final. O otimismo e a fé são grandes entre o elenco vinculado à igreja de Edir Macedo, mas as lembranças da primeira fase não são boas, já que o Canaã perdeu para a equipe da Mooca por 3 a 1 naquela fase do torneio.

Avatar de Henrique Rodrigues

Henrique Rodrigues

Jornalista e professor de Literatura Brasileira.