Imprensa livre e independente
26 de junho de 2019, 10h08

Esposa de Roger Abdelmassih é reprovada como sócia de clube da elite paulistana

Larissa, que era ex-procuradora da república, pediu exoneração do cargo, casou-se com Abdelmassih e fugiu com o marido para o Paraguai

Foto: Reprodução Rede Globo
Larissa Maria Sacco Abdelmassih, atual mulher do ex-médico Roger Abdelmassih, condenado a 278 anos por 56 condutas de abuso de pacientes mulheres caracterizadas como estupro, não foi aprovada para se tornar sócia do Club Athletico Paulistano, um dos mais tradicionais de SP. De acordo com informações da coluna de Mônica Bergamo, em maio a proposta de Larissa ficou afixada em um mural do clube. Segundo um diretor do Paulistano, ela recebeu cerca de 300 bolas pretas, que são as manifestações contra a entrada no quadro de associados. Larissa, que era ex-procuradora da república, pediu exoneração do cargo no Ministério Público Federal, casou-se...

Larissa Maria Sacco Abdelmassih, atual mulher do ex-médico Roger Abdelmassih, condenado a 278 anos por 56 condutas de abuso de pacientes mulheres caracterizadas como estupro, não foi aprovada para se tornar sócia do Club Athletico Paulistano, um dos mais tradicionais de SP.

De acordo com informações da coluna de Mônica Bergamo, em maio a proposta de Larissa ficou afixada em um mural do clube. Segundo um diretor do Paulistano, ela recebeu cerca de 300 bolas pretas, que são as manifestações contra a entrada no quadro de associados.

Larissa, que era ex-procuradora da república, pediu exoneração do cargo no Ministério Público Federal, casou-se com Abdelmassih, em 2011, e fugiu com o marido para o Paraguai, logo após o médico conseguir um habeas corpus, por decisão do Ministro Gilmar Mendes, para recorrer ao seu processo em liberdade.

Larissa disse à coluna de Mônica Bergamo que estava apenas pleiteando o “reingresso ao quadro de membros associados”. O pedido havia sido feito para que os filhos gêmeos de 7 anos dela e de Abdelmassih tenham direito de frequentar um espaço de lazer.

Veja também:  Site de direita usa perito da bolinha de papel de Serra para desqualificar áudios da Vaza Jato

O Paulistano, via sua assessoria de imprensa, diz que não irá se manifestar.

 

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum