Blog do George Marques

direto do Congresso Nacional

19 de junho de 2019, 15h00

“Esta é uma preliminar da sabatina para quando o senhor for indicado para o Supremo”, diz Calheiros a Moro

Em entrevista à Rádio Bandeirantes, em maio, Bolsonaro afirmou que havia firmado compromisso com o Moro e que vai honrar o que foi acertado de indica-lo à primeira vaga disponível no STF

Foto: Wilson Dias/Agência Brasil

Durante debate na CCJ do Senado que ouve o ministro da Justiça, Sérgio Moro, o senador Renan Calheiros (MDB-AL) disse que a sabatina desta quarta-feira (19) é uma espécie de “preliminar para quando o senhor for indicado ao Supremo”, disse.

Em entrevista à Rádio Bandeirantes em maio, Bolsonaro afirmou que havia firmado compromisso com o Moro e que vai honrar o que foi acertado, caso ele queira ocupar a vaga e se for aprovado em sabatina no Senado.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo

“A primeira vaga que tiver, eu tenho esse compromisso com o Moro e, se Deus quiser, cumpriremos esse compromisso”, disse Bolsonaro à época.

Calheiros leu artigos de jornais e um editorial que pediram a saída de Sergio Moro do Ministério da Justiça. Diz ainda que não fará pré-julgamentos de Moro, mas considera que fatos apresentados até agora são graves.

Renan questionou a Moro se tomou conhecimento de que o ex-PGR, Rodrigo Janot, montou uma central de grampos na PGR. Quis saber o que ele pensa sobre ex-procurador Marcelo Miller, que foi contrato para atuar pela JBS embora fosse da força-tarefa da Lava Jato.

Em resposta Moro disse que não tinha contato com Janot. “Os papéis eram diferentes e não existia qualquer espécie de interlocução com ele”. Sobre Miller disse que não teve conhecimento sobre os acordos fechados àquela época pela Procuradoria.
Veja também:  Para evitar fuga, deputado apresenta pedido de retenção do passaporte de Deltan Dallagnol

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum