Imprensa livre e independente
04 de junho de 2019, 13h18

Estudante bolsonarista agride árbitra em campus universitário no Piauí; protesto pede expulsão

Rodrigo Quixaba, conhecido por ser destemperado, é aluno de engenharia da pesca na instituição e presidente do centro acadêmico do curso, além de apoiador convicto de Bolsonaro

Foto: Montagem/Reprodução
A árbitra de futsal, Eliete Maria Fontenele, foi agredida a socos na noite desta segunda-feira (3), durante uma competição entre alunos da universidade, no campus UFDPar (Universidade Federal do Delta do Parnaíba), em Paranaíba (PI), pelo estudante bolsonarista Rodrigo Quixaba, que havia sido expulso logo antes da agressão. Eliete, que trabalha com esportes há mais de 20 anos e foi atleta profissional, foi atingida por três socos desferidos por Quixaba, que é aluno de engenharia da pesca na instituição e presidente do centro acadêmico do curso. O agressor é apoiador convicto do presidente Jair Bolsonaro (PSL), desde a campanha, e tem...

A árbitra de futsal, Eliete Maria Fontenele, foi agredida a socos na noite desta segunda-feira (3), durante uma competição entre alunos da universidade, no campus UFDPar (Universidade Federal do Delta do Parnaíba), em Paranaíba (PI), pelo estudante bolsonarista Rodrigo Quixaba, que havia sido expulso logo antes da agressão.

Eliete, que trabalha com esportes há mais de 20 anos e foi atleta profissional, foi atingida por três socos desferidos por Quixaba, que é aluno de engenharia da pesca na instituição e presidente do centro acadêmico do curso. O agressor é apoiador convicto do presidente Jair Bolsonaro (PSL), desde a campanha, e tem fama de ser esquentado.

Torcedores que assistiam à competição filmaram a agressão.

Com cortes na boca, a árbitra registrou um boletim de ocorrência por agressão na central de flagrantes de Parnaíba e foi encaminhada para fazer um exame de corpo de delito.

Veja também:  Após ter dente arrancado, Bolsonaro deverá passar três dias sem falar

Estudantes da universidade planejam um ato para esta tarde e pedem a expulsão de Quixaba da universidade. Nas redes sociais, ativistas pedem a punição mencionando um outro caso de agressão e tentativa de estupro a uma mulher ocorrido na UESPI (Universidade Estadual do PiauÍ) pelo qual o responsável não foi punido.

Ativistas pedem expulsão de aluno da UFPI que agrediu árbitra amadora de futsal

A diretoria do campus, em nota, repudiou a agressão ocorrida dentro das dependências da universidade e informou que instaurou uma sindicância para apurar o caso e tomar as devidas providências legais.

De acordo com reportagem da Folha de S.Paulo, por João Pedro Pitombo, a diretoria ainda proibiu a realização de atividades na quadra esportiva do campus até a conclusão da apuração do caso. A disputa do campeonato entre os estudantes foi temporariamente suspensa.

A Universidade Federal do Delta do Parnaíba, foi criada em 2018 como desmembramento da Universidade Federal do Piauí e ainda não possui reitoria constituída, dependendo administrativamente da UFPI.

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum