Imprensa livre e independente
28 de julho de 2016, 17h49

Ex-companheiro de Luiza Brunet vira réu por violência doméstica

A atriz e modelo conta que o empresário Lirio Parisotto a agrediu em duas ocasiões: Em dezembro do ano passado ele teria quebrado o dedo da ex-mulher e em maio desse ano as agressões deixaram a atriz com os olhos roxos e a costela quebrada. As penas podem chegar a até 5 anos de prisão Por Redação A Justiça de São Paulo aceitou a denúncia do Ministério Público e agora o empresário Lírio Parisotto é réu por violência doméstica por ter agredido a modelo e atriz Luiza Brunet em duas ocasiões. Em dezembro do ano passado ele teria quebrado o...

A atriz e modelo conta que o empresário Lirio Parisotto a agrediu em duas ocasiões: Em dezembro do ano passado ele teria quebrado o dedo da ex-mulher e em maio desse ano as agressões deixaram a atriz com os olhos roxos e a costela quebrada. As penas podem chegar a até 5 anos de prisão

Por Redação

A Justiça de São Paulo aceitou a denúncia do Ministério Público e agora o empresário Lírio Parisotto é réu por violência doméstica por ter agredido a modelo e atriz Luiza Brunet em duas ocasiões. Em dezembro do ano passado ele teria quebrado o dedo da ex-mulher e em maio desse ano as agressões deixaram a atriz com os olhos roxos e a costela quebrada.

Parisotto vai ser intimado a apresentar uma reposta ao caso em dez dias e após esse período as audiências vão ser marcadas. Parisotto já está proibido de se aproximar de Luiza Brunet ou manter contato com ela por qualquer meio.

Os crimes de lesão corporal de natureza leve no contexto da violência doméstica podem ter penas de três meses a três anos de detenção; se a lesão for de natureza grave, as penas podem ser 1 ano a 5 anos de reclusão.

Veja também:  Intervenção de Bolsonaro cancela vestibular para LGBTs em universidade federal

Relembre o caso

Luiza Brunet denunciou à imprensa que no dia 21 de maio foi agredida com socos, chutes e xingamentos pelo seu companheiro quando o casal estava em Nova Iorque.

Ao ser perguntado se eles iriam a uma exposição de fotos, Parisotto, que é considerado um dos homens mais ricos do Brasil, se exaltou. Disse que não iria porque da última vez foi confundido com o ex-marido de Luiza, Armando Fernandez. Daí em diante, ele teria se descontrolado.

Ao chegar ao quarto do hotel, ele teria partido para cima dela com agressões verbais. Logo depois, ela recebeu um soco no olho e chutes pelo corpo. Luiza contou que foi derrubada no sofá e imobilizada violentamente até ter quatro costelas quebradas. Ela só conseguiu escapar depois de gritar por ajuda. A atriz precisou se trancar no quarto e só conseguiu sair de lá no dia seguinte, para voltar ao Brasil.

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum