Imprensa livre e independente
04 de dezembro de 2018, 07h48

Ex-metalúrgico faz sucesso como Papai Noel negro em shopping no interior paulista

"Eu me sinto realizado aqui e muito feliz de ser o Papai Noel de tantas crianças", disse Rubens Campolino, de 70 anos, em entrevista ao jornal Agora São Paulo.

Reprodução/Facebook
Aos 70 anos, 40 deles vivendo em São José dos Campos, o metalúrgico aposentado Rubens Campolino está fazendo sucesso como Papai Noel em um shopping da cidade do interior paulista. Negro, acostumado a ver a figura natalina branca, ele aceitou o convite e diz que se sente realizado. Leia também: Funcionário de loja em Pouso Alegre é acusado de racismo  “Eu me sinto realizado aqui e muito feliz de ser o Papai Noel de tantas crianças”, disse, em entrevista ao jornal Agora São Paulo desta terça-feira (4), Campolino, pai oficial de quatro filhos e avô de quatro netos, após vestir...

Aos 70 anos, 40 deles vivendo em São José dos Campos, o metalúrgico aposentado Rubens Campolino está fazendo sucesso como Papai Noel em um shopping da cidade do interior paulista. Negro, acostumado a ver a figura natalina branca, ele aceitou o convite e diz que se sente realizado.

Leia também: Funcionário de loja em Pouso Alegre é acusado de racismo 

“Eu me sinto realizado aqui e muito feliz de ser o Papai Noel de tantas crianças”, disse, em entrevista ao jornal Agora São Paulo desta terça-feira (4), Campolino, pai oficial de quatro filhos e avô de quatro netos, após vestir as roupas especiais assinadas por uma figurinista do Rio.

Fórum precisa ter um jornalista em Brasília em 2019. Será que você pode nos ajudar nisso? Clique aqui e saiba mais

Segundo a reportagem, o ex-metalúrgico foi descoberto casualmente, após conquistar o título de Mister Terceira Idade em 2017. Inicialmente, ele recusou o convite. A gerente de marketing do shopping, Luana Meneses, foi até uma casa de idoso em busca de um plano B. E não é que a pessoa indicada pela funcionária foi Campolino? “Ele é o cara que nasceu para ser o Noel”, diz Luana.

Veja também:  Em “francês du butequin”, Jô Soares chama Eduardo Bolsonaro de embaixador KFC

Leia a reportagem completa.

Agora que você chegou ao final desse texto e viu a importância da Fórum, que tal apoiar a criação da sucursal de Brasília? Clique aqui e saiba mais

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum