Imprensa livre e independente
25 de março de 2018, 13h16

Facebook derruba página ligada ao MBL que disseminava notícias falsas sobre Marielle Franco

Página "Ceticismo Político" e perfil falso do administrador foram apagados por conta da disseminação de informações mentirosas sobre a vereadora que foi assassinada no último dia 14; responsável pelas páginas é sócio de líder do MBL

O Facebook retirou do ar, neste sábado (24), a página “Ceticismo Político” e os perfis falsos atribuídos atribuídos ao nome ”Luciano Ayan”, pseudônimo utilizado pelo administrador da página, por conta da disseminação da notícias falsas sobre Marielle Franco, vereadora do PSOL brutalmente assassinada no último dia 14. A página foi uma das responsáveis por espalhar a informação falsa, por exemplo, de que Marielle teve um relacionamento com um traficante do Rio de Janeiro ou, ainda, que foi eleita pelo Comando Vermelho. Na sexta-feira (23), o YouTube também apagou vídeos de fake news sobre a ex-vereadora após uma decisão judicial. “Nossos...

O Facebook retirou do ar, neste sábado (24), a página “Ceticismo Político” e os perfis falsos atribuídos atribuídos ao nome ”Luciano Ayan”, pseudônimo utilizado pelo administrador da página, por conta da disseminação da notícias falsas sobre Marielle Franco, vereadora do PSOL brutalmente assassinada no último dia 14.

A página foi uma das responsáveis por espalhar a informação falsa, por exemplo, de que Marielle teve um relacionamento com um traficante do Rio de Janeiro ou, ainda, que foi eleita pelo Comando Vermelho. Na sexta-feira (23), o YouTube também apagou vídeos de fake news sobre a ex-vereadora após uma decisão judicial.

“Nossos padrões da comunidade não permitem perfis falsos, e contamos com nossa comunidade para denunciar contas assim. Páginas administradas por perfis falsos também violam nossas políticas”, informou, em nota, o Facebook.

De acordo com informações do Blog do Sakamoto, do jornalista Leonardo Sakamoto, quem controlava o perfil falso e a página em questão era Carlos Augusto de Moraes Afonso. Seu nome, segundo informa o blog, aparece como um dos donos da empresa Yey Inteligência, que tem como outro sócio Pedro Augusto Ferreira Deiro, um dos fundadores do Movimento Brasil Livre (MBL).

Veja também:  Frota provoca Bolsonaro por aposentadorias e nepotismo

A página do MBL no Facebook, inclusive, era uma das que mais compartilhava conteúdos da “Ceticismo Político”.

Leia mais sobre o assunto no Blog do Sakamoto.

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum