Imprensa livre e independente
12 de julho de 2019, 22h39

Facebook terá de pagar multa recorde de 5 bilhões de dólares por crime contra privacidade dos usuários

A multa é a maior já aplicada nos Estados Unidos a uma gigante tecnológica; empresa de Mark Zuckerberg avisou seus investidores durante a semana que já esperava receber a punição

Mark Zuckerberg, fundador do Facebook - Foto: Reprodução/Facebook
Em acordo com a FTC (sigla em inglês da Comissão Federal do Comércio dos Estados Unidos), a empresa Facebook aceitou, nesta sexta-feira (12), receber uma multa de 5 bilhões de dólares, como pena pelo crime de violação de privacidade, cometido no caso que investigou a entrega dos dados armazenados por seu serviços à empresa Cambridge Analytica. A decisão também considera que o Facebook violou um pacto assinado junto à mesma Comissão, em 2011, no qual se comprometeu a proteger as informações dos seus usuários. Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo...

Em acordo com a FTC (sigla em inglês da Comissão Federal do Comércio dos Estados Unidos), a empresa Facebook aceitou, nesta sexta-feira (12), receber uma multa de 5 bilhões de dólares, como pena pelo crime de violação de privacidade, cometido no caso que investigou a entrega dos dados armazenados por seu serviços à empresa Cambridge Analytica. A decisão também considera que o Facebook violou um pacto assinado junto à mesma Comissão, em 2011, no qual se comprometeu a proteger as informações dos seus usuários.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo

Embora a imprensa local ainda não tenha maiores detalhes sobre o acordo, sabe-se que ele já era esperado pelo mercado, após um comunicado emitido pela empresa de Mark Zuckerberg aos investidores, durante a semana, dizendo que esperava uma multa entre 3 e 5 bilhões de dólares.

Esta é a maior multa aplicada a uma empresa de tecnologia na história dos Estados Unidos. O recorde anterior era bem menor que este: em 2012, o Google pagou 22,5 milhões por ter rastreado usuários de iPhone, iPad e Mac, violando as proteções de privacidade em navegadores Web Safari.

Veja também:  Tribunal do RJ vai julgar habeas corpus de Flavio Bolsonaro no caso Queiroz

O diário estadunidense The Wall Street Journal informa que a decisão não teve unanimidade, e que foi partidarizada: o órgão é composto por cinco comissários, e justamente os três representantes do Partido Republicano foram os que votaram a favor da multa estabelecida pelo acordo com os advogados da empresa, enquanto os dois ligados ao Partido Democrata votaram contra a decisão, e defenderam uma multa maior.

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum