Imprensa livre e independente
24 de agosto de 2017, 08h30

Feliciano: A senhora doutrina os seus alunos e agora o feitiço vira contra o feiticeiro

Pastor deputado diz que repudia agressão, mas diz ter descoberto nas redes sociais que a professora é “militante de esquerda” e “destila ódio” contra parlamentares. Da Redação Marco Feliciano (PSC-SP), deputado federal e pastor, usou as redes sociais para se manifestar sobre o caso da professora agredida covardemente por um aluno, em Santa Catarina. Segundo o parlamentar, ele repudia agressões e completou que “nada justifica” o ato. Porém, transformou o vídeo – que já se espalha pela internet – em um ataque à Marcia Friggi. Isso porque, Feliciano diz ter descoberto que ela é “militante de esquerda” e “destila ódio”...

Pastor deputado diz que repudia agressão, mas diz ter descoberto nas redes sociais que a professora é “militante de esquerda” e “destila ódio” contra parlamentares.

Da Redação

Marco Feliciano (PSC-SP), deputado federal e pastor, usou as redes sociais para se manifestar sobre o caso da professora agredida covardemente por um aluno, em Santa Catarina. Segundo o parlamentar, ele repudia agressões e completou que “nada justifica” o ato.

Porém, transformou o vídeo – que já se espalha pela internet – em um ataque à Marcia Friggi. Isso porque, Feliciano diz ter descoberto que ela é “militante de esquerda” e “destila ódio” contra parlamentares e o “sistema político”.

“Quem planta o ódio colhe o ódio, professora”, ironizou o pastor. “A senhora doutrina os seus alunos e agora o feitiço vira contra o feiticeiro”, completou.

Assista ao vídeo na íntegra:

*com informações do Brasil 247
Fotos: Zeca Ribeiro/ Câmara dos Deputados e Reprodução/Internet

Veja também:  Para evitar fuga, deputado apresenta pedido de retenção do passaporte de Deltan Dallagnol

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum