Imprensa livre e independente
20 de agosto de 2018, 08h23

FHC reafirma apoio ao PT em eventual segundo turno

Em entrevista ao jornalista Bernardo Mello Franco, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso revela apreensão com a possibilidade de Jair Bolsonaro chegar o segundo turno das eleições de 2018

FHC e Lula. Foto: Ricardo Stuckert
Em entrevista ao jornalista Bernardo Mello Franco, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso revela apreensão com a possibilidade de Jair Bolsonaro chegar o segundo turno das eleições de 2018. Para o ex-presidente, o país está mergulhado num clima de “ódio e medo”. FHC reafirmou a hipótese de um acordo entre PSDB e PT, caso Bolsonaro chegue mesmo ao segundo turno. Se confirmada, a aliança seria algo inédito desde 1989 – na ocasião, os dois partidos se uniram contra Fernando Collor. O ex-presidente comentou a dificuldade de Geraldo Alckmin em subir nas pesquisas: “a mídia presta atenção em tudo o que é novo...

Em entrevista ao jornalista Bernardo Mello Franco, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso revela apreensão com a possibilidade de Jair Bolsonaro chegar o segundo turno das eleições de 2018. Para o ex-presidente, o país está mergulhado num clima de “ódio e medo”.

FHC reafirmou a hipótese de um acordo entre PSDB e PT, caso Bolsonaro chegue mesmo ao segundo turno. Se confirmada, a aliança seria algo inédito desde 1989 – na ocasião, os dois partidos se uniram contra Fernando Collor.

O ex-presidente comentou a dificuldade de Geraldo Alckmin em subir nas pesquisas: “a mídia presta atenção em tudo o que é novo ou extravagante. Quando surgiu o Bolsonaro, eu disse: ‘Vai subir’. Até que o Geraldo ultrapasse a poeira, é difícil. Não é só o que você faz, mas o que você fala. Tem que cacarejar.

Indagado se o apoio foi do chamado Centrão a Alckmin foi bom ou não, ele diz: “Não tenho certeza. Não é suficiente, mas é necessário. Embora a rede social tenha muita influência, a televisão tem peso. Todos os candidatos tentam ter o máximo de tempo”.

Veja também:  João Doria corteja Tabata Amaral: "Ela é rosto, alma e coração do novo PSDB”

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum