Imprensa livre e independente
05 de outubro de 2018, 09h30

Filho de Bolsonaro aluga o próprio carro e paga a mãe por campanha

Dados do TSE mostram que Eduardo Bolsonaro pagou para si mesmo R$ 7 mil para poder usar o próprio veículo e pagou a mãe por coordenar campanha.

Eduardo e o pai, Jair Bolsonaro (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ Agencia Brasil)
Uma nota do jornalista Athos Moura, na coluna de Lauro Jardim, no jornal O Globo, afirma que Eduardo Bolsonaro (PSL), deputado federal candidato à reeleição, alugou o próprio carro para fazer campanha no estado de São Paulo. Segundo a nota, citando dados do Tribunal Superior Eleitoral, o filho de Bolsonaro pagou para si mesmo R$ 7 mil para poder usar o veículo – um Jeep Renegade, declarado em sua lista de bens, avaliado em R$ 93.100. O deputado também declarou que pagou R$ 1,5 mil para a mãe, Rogéria Nantes Bolsonaro, por “prestação de serviços de coordenação administrativa da campanha”....

Uma nota do jornalista Athos Moura, na coluna de Lauro Jardim, no jornal O Globo, afirma que Eduardo Bolsonaro (PSL), deputado federal candidato à reeleição, alugou o próprio carro para fazer campanha no estado de São Paulo.

Segundo a nota, citando dados do Tribunal Superior Eleitoral, o filho de Bolsonaro pagou para si mesmo R$ 7 mil para poder usar o veículo – um Jeep Renegade, declarado em sua lista de bens, avaliado em R$ 93.100.

O deputado também declarou que pagou R$ 1,5 mil para a mãe, Rogéria Nantes Bolsonaro, por “prestação de serviços de coordenação administrativa da campanha”. Eduardo é candidato à reeleição como deputado federal.

Veja também:  Washington Post sobre Bolsonaro: "Este governo tolerará denúncias prejudiciais de um jornalista gay estrangeiro?”

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum