Imprensa livre e independente
21 de maio de 2019, 10h05

Filho de Bolsonaro, o presidente que chama estudantes de ‘idiotas’, comete mais um erro crasso no Twitter

Eduardo Bolsonaro é formado em Direito e foi aprovado no exame da OAB

Foto: Agência Câmara
O deputado Federal, Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) cometeu mais um erro crasso, desta vez de concordância, nesta segunda-feira (20), em sua conta do Twitter. Eduardo, filho 03 do presidente Jair Bolsonaro (PSL-RJ), escreveu, uma semana depois do seu pai chamar estudantes que se manifestavam contra seu governo de “idiotas úteis”, que não sabem a fórmula da água ou uma conta simples de tabuada: Um apoio espontâneo, gratuito e convicto não acabam em 5 meses só porque o centrão e a imprensa querem. — Eduardo Bolsonaro🇧🇷 (@BolsonaroSP) 21 de maio de 2019 “Um apoio espontâneo, gratuito e convicto não acabam em 5...

O deputado Federal, Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) cometeu mais um erro crasso, desta vez de concordância, nesta segunda-feira (20), em sua conta do Twitter.

Eduardo, filho 03 do presidente Jair Bolsonaro (PSL-RJ), escreveu, uma semana depois do seu pai chamar estudantes que se manifestavam contra seu governo de “idiotas úteis”, que não sabem a fórmula da água ou uma conta simples de tabuada:

“Um apoio espontâneo, gratuito e convicto não acabam em 5 meses só porque o centrão e a imprensa querem” (SIC).

Eduardo Bolsonaro, que é formado em Direito e foi aprovado no exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), voltou à carga nesta terça-feira e fez outro tuíte reclamando da ignorância alheia.

“Vivemos numa guerra cultural e isto é a raiz de todos os problemas. Negar isso é negar a realidade ou demonstrar total ignorância sobre o cenário em que vivemos. Se quiser abrir seus olhos siga, veja os vídeos e leia Olavo de Carvalho.”

Veja também:  Queiroz, assessor de Bolsonaros, teria matado duas pessoas e tem BO por agressão à esposa, revela revista Veja

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum