Imprensa livre e independente
11 de abril de 2019, 07h49

Filho do prefeito Marcelo Crivella culpa população do Rio por estragos da chuva

Crivellinha, como é conhecido, publicou em seu Instagram charge em que um rapaz joga lixo no bueiro e reclama do prefeito

Marcelo Crivella e Crivellinha (Reprodução)
Se não bastasse o fato de o prefeito Marcelo Crivella (PRB) não ter gasto um centavo com drenagem e contenção de encostas no Rio de Janeiro em 2019, seu filho, Marcelo Hodge Crivella, culpou os moradores da cidade pelos estragos causados pela chuva, que resultaram também em 10 mortes. Ele usou sua conta no Instagram, nesta quarta-feira (10), para publicar uma charge de Jonilson Souza, em que um rapaz joga lixo na boca de lobo e, olhando para as nuvens carregadas diz: “Égua da chuva que vai cair, meu bairro vai alagar de novo! E a culpa todo é desse...

Se não bastasse o fato de o prefeito Marcelo Crivella (PRB) não ter gasto um centavo com drenagem e contenção de encostas no Rio de Janeiro em 2019, seu filho, Marcelo Hodge Crivella, culpou os moradores da cidade pelos estragos causados pela chuva, que resultaram também em 10 mortes.

Ele usou sua conta no Instagram, nesta quarta-feira (10), para publicar uma charge de Jonilson Souza, em que um rapaz joga lixo na boca de lobo e, olhando para as nuvens carregadas diz: “Égua da chuva que vai cair, meu bairro vai alagar de novo! E a culpa todo é desse prefeito que não faz nada!”.

A arte foi publicada, acompanhada de dizeres do próprio Crivellinha, como é conhecido: “Mais consciência para todos”.

As informações são de Athos Moura para a coluna de Lauro Jardim, em O Globo.

Veja também:  Conversa com Eliza Capai, que lança no Brasil o premiado “Espero tua (Re)volta”

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum