Imprensa livre e independente
20 de fevereiro de 2019, 12h36

Flávio Bolsonaro acena com cargos para articular reforma da Previdência no Senado

"Ninguém está com pressa. O apressado come cru”, disse ainda o senador

Foto: Reprodução
O senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), filho do presidente Jair Bolsonaro, ao falar, nesta quarta-feira (20), sobre a articulação para a reforma da Previdência, afirmou que deputados e senadores podem ter atendidas indicações para cargos comissionados. “É óbvio que tem que haver um entendimento de que aqueles que estejam apoiando o governo e tenham bons nomes técnicos, ficha limpa, possam ter alguma indicação sua atendida”, afirmou. O senador disse ainda que o governo não tem pressa para articular a base parlamentar da reforma da Previdência. “Ninguém está com pressa. O apressado come cru. A gente quer fazer as coisas com calma, com consciência,...

O senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), filho do presidente Jair Bolsonaro, ao falar, nesta quarta-feira (20), sobre a articulação para a reforma da Previdência, afirmou que deputados e senadores podem ter atendidas indicações para cargos comissionados. “É óbvio que tem que haver um entendimento de que aqueles que estejam apoiando o governo e tenham bons nomes técnicos, ficha limpa, possam ter alguma indicação sua atendida”, afirmou.

O senador disse ainda que o governo não tem pressa para articular a base parlamentar da reforma da Previdência. “Ninguém está com pressa. O apressado come cru. A gente quer fazer as coisas com calma, com consciência, para errar o mínimo possível”, afirmou após a entrega da proposta no Congresso.

O filho do presidente evitou fazer estimativas de votos que a proposta teria neste momento. Líderes partidários na Câmara têm enviado sinais de insatisfação ao governo com relação à articulação política.

Sobre a primeira derrota no governo na Câmara, nesta terça-feira (19), Flávio disse: “Os Poderes são independentes, não tem isso de recado”, afirmou. “O presidente fez sua parte, agora a bola está com o Congresso e cada um dentro da sua responsabilidade vai saber como se comportar.”

Veja também:  Ex-líder tucano ataca Paulo Henrique Amorim nas redes e comemora morte

Com informações da Folha

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum