Imprensa livre e independente
10 de setembro de 2018, 14h42

Flávio Dino chega a 60% das intenções de voto e amplia liderança no Maranhão, indica pesquisa

Levantamento do Instituto Interpreta aponta que candidato à reeleição pelo PCdoB tem quase o dobro da porcentagem de sua principal adversária, Roseana Sarney (MDB), que aparece com 33%

Foto: Reprodução/TVT O atual governador e candidato à reeleição no Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), ampliou ainda mais sua liderança na pesquisa de intenções de voto, elaborada pelo Instituto Interpreta. O levantamento aponta que ele pode ser eleito no primeiro turno. As informações são de lula.com.br. Dino tem hoje 60% dos votos válidos no estado, segundo o Interpreta. Muito atrás, com quase a metade das intenções de voto, aparece sua principal adversária, Roseana Sarney (MDB), com 33%. A pesquisa entrevistou 1.500 eleitores e está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o número MA – 07731/2018.   Ajude a financiar a...

Foto: Reprodução/TVT

O atual governador e candidato à reeleição no Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), ampliou ainda mais sua liderança na pesquisa de intenções de voto, elaborada pelo Instituto Interpreta. O levantamento aponta que ele pode ser eleito no primeiro turno. As informações são de lula.com.br.

Dino tem hoje 60% dos votos válidos no estado, segundo o Interpreta. Muito atrás, com quase a metade das intenções de voto, aparece sua principal adversária, Roseana Sarney (MDB), com 33%. A pesquisa entrevistou 1.500 eleitores e está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o número MA – 07731/2018.

 

Ajude a financiar a cobertura da Fórum nas eleições 2018. Clique aqui e saiba mais.

Veja também:  Após ataque de Bolsonaro, Jornal Nacional divulga nota de apoio a Miriam Leitão

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum