Imprensa livre e independente
20 de junho de 2019, 10h30

Flávio Dino diz que como “narrativa jurídica” depoimento de Moro “foi péssimo”

O governador do Maranhão também é juiz, aprovado em primeiro lugar no mesmo concurso de Sérgio Moro

Foto: Valter Campanato/Agência Brasil
O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), que também é juiz, aprovado em primeiro lugar no mesmo concurso do ex-juiz Sérgio Moro, afirmou, em sua conta do Twitter, nesta quinta-feira (20), que como “narrativa jurídica”, depoimento de Moro na CCJ do Senado, “foi péssimo”. Dino disse ainda que Moro se escondeu “na suposta ilicitude das provas e tentou normalizar absurdas violações ao dever de imparcialidade”. Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo Sergio Moro pode ter produzido uma peça política ontem, ao ir depor no Senado e aparentemente sobreviver. Mas...

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), que também é juiz, aprovado em primeiro lugar no mesmo concurso do ex-juiz Sérgio Moro, afirmou, em sua conta do Twitter, nesta quinta-feira (20), que como “narrativa jurídica”, depoimento de Moro na CCJ do Senado, “foi péssimo”.

Dino disse ainda que Moro se escondeu “na suposta ilicitude das provas e tentou normalizar absurdas violações ao dever de imparcialidade”.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo

“Sergio Moro pode ter produzido uma peça política ontem, ao ir depor no Senado e aparentemente sobreviver. Mas como narrativa jurídica aquilo lá foi péssimo. Se limitou a esconder-se na suposta ilicitude das provas e tentou normalizar absurdas violações ao dever de imparcialidade.”

Veja também:  PDT: um partido dividido entre a extrema direita e a quinta coluna

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum