Imprensa livre e independente
16 de janeiro de 2019, 11h55

Flávio Dino propõe a criação da Guarda Nacional com 10 mil integrantes

“O criminoso não vai consultar o Código Penal para calcular a pena, isso não resolve o problema”, declarou, se referindo à intenção de Sérgio Moro de lançar um pacote para endurecer as penas

Foto: Valter Campanato/Agência Brasil Durante entrevista para a GloboNews, nesta quarta-feira (16), Flávio Dino (PCdoB), governador do Maranhão, defendeu a criação da Guarda Nacional com 10 mil integrantes. O objetivo, segundo Dino, é diminuir os índices de criminalidade no país. Na opinião do governador, a medida é muito mais eficiente do que endurecer penas, de acordo com informações de John Cutrim, do site Vermelho. “O criminoso não vai consultar o Código Penal para calcular a pena (dos crimes que vai cometer), isso não resolve o problema”, declarou. Fórum terá um jornalista em Brasília em 2019. Será que você pode nos...

Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

Durante entrevista para a GloboNews, nesta quarta-feira (16), Flávio Dino (PCdoB), governador do Maranhão, defendeu a criação da Guarda Nacional com 10 mil integrantes. O objetivo, segundo Dino, é diminuir os índices de criminalidade no país. Na opinião do governador, a medida é muito mais eficiente do que endurecer penas, de acordo com informações de John Cutrim, do site Vermelho.

“O criminoso não vai consultar o Código Penal para calcular a pena (dos crimes que vai cometer), isso não resolve o problema”, declarou.

Fórum terá um jornalista em Brasília em 2019. Será que você pode nos ajudar nisso? Clique aqui e saiba mais

Uma das prioridades de Sérgio Moro, à frente do Ministério da Justiça, é promover uma série de ações para endurecer as penas. Para o governador, a medida não resolve o problema. “Não podemos achar que apenas mudar a lei vai garantir a redução da criminalidade. A questão central é gestão”.

Dino mencionou o caso do Ceará, que tem cerca de 19 mil policiais e recebeu algumas centenas de profissionais da Força Nacional de Segurança para enfrentar os ataques que o estado vem sofrendo. “É uma gota no oceano”, diz.

Veja também:  Moro acertou reunião com Dallagnol e Polícia Federal para definir futuro da Lava Jato

No Canadá

“Eu defendo a criação da Guarda Nacional, como existe no Canadá, por exemplo. Seriam 10 mil integrantes para ajudar de verdade os Estados em momento de crise e para dar conta do que a Polícia Federal e as Forças Armadas não podem ou não querem fazer”, acrescentou.

Para ele, é possível diminuir o efetivo das Forças Armadas, pois não há perspectiva de guerra com países vizinhos. “Podemos reduzir gastos com isso e criar a Guarda Nacional. Aí, sim, ajudaria efetivamente os Estados”.

“Em vez de demagogia e coisas puramente retóricas, é preciso cuidar dos problemas reais”, acrescentou.

Agora que você chegou ao final deste texto e viu a importância da Fórum, que tal apoiar a criação da sucursal de Brasília? Clique aqui e saiba mais

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum