Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
19 de agosto de 2018, 17h32

Ursal: o que é e por que virou meme?

No debate realizado em dia 9 de agosto, na Band, uma pergunta do Cabo Daciolo a Ciro Gomes virou meme na Internet: O senhor tem algo a dizer sobre o plano para criar a União das Repúblicas Socialistas da América Latina (URSAL)? Pesquisamos a origem do tema e tentamos entender porque o tema fez sucesso na rede

Uma obscura teoria criada por uma socióloga crítica ao PT criada no longínquo ano de 2001 renasceu no debate eleitoral de 2018. Uma pergunta feita pelo candidato Cabo Daciolo (Patriota) ao candidato Ciro Gomes chamou a atenção no debate de 9 de agosto, o primeiro da corrida eleitoral deste ano: “O senhor é um dos fundadores do Foro de São Paulo. O que o senhor pode dizer aqui à nação brasileira sobre o plano Ursal, União das Repúblicas Socialistas Latino-Americanas?”, disparou.

“Meu estimado cabo, tive muito prazer de conhecê-lo hoje e pelo visto o amigo não me conhece. Eu não sei o que é isso, não fui fundador do Foro de São Paulo e acho que está respondido.”, respondeu Ciro Gomes, com leve tom de ironia.

Daciolo não se deu por vencido e disse que Ciro “sabia sim”, relacionando a Ursal a uma “nova ordem mundial”, que eliminaria todas as fronteiras do continente, surgindo uma única nação, a “Pátria Grande”. “Quero deixar bem claro que no nosso governo o comunismo não vai ter vez”, disse o deputado federal pelo Rio de Janeiro, eleito originalmente por um partido de esquerda, o Psol. “Democracia é uma delícia, uma beleza, dei por ela a vida inteira, e continuarei dando, mas ela tem custos”, debochou Ciro.

Sem querer, Daciolo criou um poderoso meme, que viralizou por uma semana nos trending topics do Twitter e se espalhou por todas as redes sociais. Entre a ironia a Daciolo e a esperança de uma retomada esquerdista no Brasil e na América Latina – especialmente após sucessivas vitórias da direita no continente – o assunto ganhou força. Alguns fizeram camisetas da Ursal; outros sonhavam com uma seleção com Messi, Suárez e Neymar. Outros, com um país com as neves andinas, as praias caribenhas e o interior brasileiro.

Origem
Utilizado pela primeira vez em 2001, em em um texto da socióloga Maria Lucia Victor Barbosa, professora aposentada da Universidade Estadual de Londrina (UEL), era apenas uma chacota. Com o intuito de ironizar as críticas do então candidato à presidência Lula à ALCA, área de livre comércio nas Américas proposta pelos EUA, Maria Lúcia  cunhou a expressão URSAL com um jocoso “Republiquetas” no lugar de “República”.

De fato, o termo URSAL ficou adormecido duas décadas e quase não aparecia, mesmo entre os conspiracionistas mais ferrenhos da direita brasileira – nunca foi citado nas atas do Foro de São Paulo. Antes de ser alçado à categoria de “plano” por Daciolo, era usado como metáfora pelo maior conspiracionista da direita brasileira Olavo de Carvalho e seus seguidores em suas críticas à integração entre as esquerdas latino-americanas. Iniciativas como a Unsaul, por exemplo, eram vistas como um perigo iminente à hegemonia capitalista no continente.

“Quando o Cabo Daciolo mencionou a Ursal, eu quase caí do sofá. Porque ele tá achando que é de verdade, ou ele se empolgou muito com a ‘União da América Latina’. Isso não existe, não. É totalmente utópico. Mas aí o termo ficou rodando por aí e virou uma verdade que não existe”, disse a socióloga, em entrevista ao site Poder 360, quatro dias após o debate.

Em artigo publicado na internet em 9 de dezembro de 2001 intitulado “Os Companheiros”, que foi reproduzido em alguns blogs à época. A partir daí, diz a professora, a sigla começou a se espalhar na blogosfera e fugiu a seu controle. Maria Lúcia afirma que pessoas telefonavam para ela para saber se a tal união existia mesmo, e ela explicava que era uma invenção. “Eu falava para as pessoas ‘não passa isso’ [adiante], mas não teve jeito, de repente espalhou”, diz ela.

Na internet, a referência mais antiga encontrada pela Folha para a Ursal é o artigo de Maria Lúcia. Cinco anos depois, em maio de 2006, a Ursal já era tratada como um fato em artigo do filósofo Olavo de Carvalho, um dos líderes do conservadorismo brasileiro, para o jornal Diário do Comércio. Ferrenha adversária do PT, a professora diz que se opôs ao partido “quando percebeu que o governo petista “não ia dar certo”.

O meme
Nas 24 horas seguintes ao debate, o termo Ursal liderava os trending topics mundiais do Twitter. Mas porque uma teoria de 17 anos atrás virou um meme tão explosivo? Fábio Malini, professor de jornalismo da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES) e coordenador do Laboratório de Imagem e Cibercultura da mesma universidade explica algumas das razões para esse fenômeno que mistura política, conteúdo digital e comunicação.

“No caso da Ursal, há uma relação entre a primeira tela (TV) e a segunda tela (notebooks e telefones), além do absurdo da situação. A TV potencializa demais a Internet, atraindo muita gente do humor e do entretenimento. Essa mistura entre humor, entretenimento, e conteúdo político, criando um conteúdo com enorme potencial viralizante”, diz Malini.

Segundo o especialista da UFES, a maioria dos perfis que tiveram seus posts comentados eram usuários “avermelhados” no gráfico gerado a partir da interação. “Isso demonstra que os perfis que mais souberam capitalizar o tema eram perfis progressistas, que criaram humor e ironia em cima da fala do candidato Cabo Daciolo [Patriotas]”, adiciona o docente capixaba.

“Os políticos usarão esses memes e conteúdos para criar empatia para aproximar os eleitores. Essa apropriação gera a criação de uma ficção para sua militância e para quem acompanha a política em função do humor”, diz Malini, sobre como os políticos tentarão usar esses conteúdos numa eleição fortemente fincada na Internet.

“Nesse sentido, o campo progressista, ao ter usado esse humor de modo mais viral na rede, pode sair na frente e conversar melhor com seus eleitores. Mas isso também vai atingir quem acompanha a política em função do humor e o do entretenimento”, acrescenta ele.

Confira alguns dos principais memes sobre a Ursal


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum