Imprensa livre e independente
01 de agosto de 2018, 10h44

General Mourão será vice de Bolsonaro, que terá mais 4 segundos de TV

Coordenador do PRTB afirma que a chapa já está negociada e será anunciada em breve

O general Hamilton Mourão, filiado ao PRTB, será indicado como vice na chapa do deputado federal Jair Bolsonaro à Presidência. O acordo entre PSL e PRTB, liderado por Levy Fidélix, foi firmado nesta terça-feira (31) e o nome de Mourão deverá ser anunciado até domingo (05/08), segundo informou o coordenador do PRTB, João Garcia, ao site Intercept Brasil. Com o acordo, segundo o coordenador, o candidato Jair Bolsonaro ganha de 3 a 4 segundos na propaganda eleitoral gratuita na TV, além de sete inserções de 30 segundos durante a campanha. Outro reforço está na militância digital, a grande aposta de...

O general Hamilton Mourão, filiado ao PRTB, será indicado como vice na chapa do deputado federal Jair Bolsonaro à Presidência. O acordo entre PSL e PRTB, liderado por Levy Fidélix, foi firmado nesta terça-feira (31) e o nome de Mourão deverá ser anunciado até domingo (05/08), segundo informou o coordenador do PRTB, João Garcia, ao site Intercept Brasil.

Com o acordo, segundo o coordenador, o candidato Jair Bolsonaro ganha de 3 a 4 segundos na propaganda eleitoral gratuita na TV, além de sete inserções de 30 segundos durante a campanha. Outro reforço está na militância digital, a grande aposta de Bolsonaro: o PRTB injetou dinheiro no site Folha Política, notório divulgador de notícias falsas e boatos desde 2013.

Um entrave à parceria pode ser uma entrevista de Mourão ao jornal O Estado de S. Paulo na qual o general considerava “meio boçal” o radicalismo de alguns apoiadores de Bolsonaro. A fala do general repercutiu mal no PSL, mas a dificuldade em achar um vice criaria uma “vista grossa” de Bolsonaro à avaliação feita por Mourão.

Veja também:  "Parece censura", diz Frota sobre "filtro" que Bolsonaro quer impor à Ancine

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum