Imprensa livre e independente
08 de outubro de 2018, 12h00

Gilberto Gil posta no Twitter: “Rumo ao segundo turno. #AgoraÉHaddad”

Gil declarou em agosto que votaria útil no primeiro turno em quem tivesse mais chances contra a "ameaçadora candidatura ultra reacionária e retrógrada"

Gil votando. Foto: Reprodução Twitter
O cantor, compositor e ex-ministro da cultura Gilberto Gil postou foto na sua conta no Twitter, nesta segunda-feira (8), enquanto votava, com a legenda: “Rumo ao segundo turno. #AgoraÉHaddad”. Rumo ao segundo turno. #AgoraÉHaddad pic.twitter.com/0kgW1SwTR0 — Gilberto Gil (@gilbertogil) 8 de outubro de 2018 Gil declarou, em entrevista para a Folha, em agosto, que votaria útil no primeiro turno, em quem tivesse mais chances de ir ao segundo turno contra a “ameaçadora candidatura ultra reacionária e retrógrada”. O cantor votou duas vezes em Fernando Henrique Cardoso (PSDB), duas vezes em Lula (PT) e duas vezes em Marina Silva (Rede). Gil...

O cantor, compositor e ex-ministro da cultura Gilberto Gil postou foto na sua conta no Twitter, nesta segunda-feira (8), enquanto votava, com a legenda: “Rumo ao segundo turno. #AgoraÉHaddad”.

Gil declarou, em entrevista para a Folha, em agosto, que votaria útil no primeiro turno, em quem tivesse mais chances de ir ao segundo turno contra a “ameaçadora candidatura ultra reacionária e retrógrada”.

O cantor votou duas vezes em Fernando Henrique Cardoso (PSDB), duas vezes em Lula (PT) e duas vezes em Marina Silva (Rede).

Gil lamentou ainda na entrevista que haja tantas candidaturas separadas à esquerda: Marina, Ciro (PDT), Boulos (PSOL) e, provavelmente, Haddad (PT). “Eu sinto que mais uma vez não seja possível a união das forças progressistas contra o atraso.” O motivo da falta de coesão? Para Gil, “ego partidário, ego pessoal”.

Veja também:  Pilar del Río, após visita a Lula: "Vi um homem que mantém capacidade de liderança no Brasil e no mundo"

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum