Fórum Educação
22 de Maio de 2020, 16h24

20 organizações europeias reforçam campanha por Nobel da Paz aos médicos cubanos

Entre os novos apoiadores estão o Comitê de Solidariedade de Paris com Lula e a Célula do Partido dos Trabalhadores em Paris. Próximo passo deve ser a criação de um comitê internacional da campanha

Médicos cubanos (foto: Endrys Correa Vaillant/Granma)

A campanha para que os médicos cubanos sejam premiados com o Prêmio Nobel da Paz neste ano de em 2020 ganhou, nesta semana, o apoio de 20 organizações europeias. As informações são do Granma.

A proposta, lançada pela organização francesa Cuba Linda e pelo Comitê França-Cuba, propõe o reconhecimento às brigadas médicas cubanas do Contingente Henry Reeve, que já enviou cerca de 1,8 mil profissionais de saúde cubanos para combater a pandemia do coronavírus em mais de 60 países, de 5 continentes.

Entre os novos apoiadores da proposta estão o Comitê Comunista da Catalunha e a Associação Nacional Italiana de Amizade Itália-Cuba, o Movimento contra o Racismo e a Amizade entre os Povos, além do Grupo de Apoio a Cuba na Irlanda.

Na França, também recebeu a adesão do Círculo Bolivariano de Paris, da União Departamental da Confederação Geral Francesa do Trabalho de Bocas del Rhone, do Comitê de Toulouse França Cuba, e do Partido Comunista Revolucionário Francês.

O “lulismo” também defende a iniciativa, através do apoio do Comitê de Solidariedade de Paris com Lula e da Célula do Partido dos Trabalhadores em Paris.

Alguns dos novos defensores do reconhecimento aos médicos cubanos estão propõem a expansão da campanha a partir da criação de um comitê internacional, que deve ser lançado nas próximas semanas.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum