VAI TOPAR?

Cicciolina, ícone pornô, propõe sexo com Putin para pôr fim à guerra

Aos 70 anos, ex-estrela húngara naturalizada italiana da pornografia já tinha oferecido uma noite tórrida a Saddam Hussein para cessar ataque ao Kuwait, em 1990. Confira o convite ao líder russo

Vladimir Putin e Cicciolina.Créditos: Edição de imagens.
Escrito en GLOBAL el

Ilona Staller, popularmente conhecida pelo nome artístico de Cicciolina, a veterana atriz pornográfica que ganhou muita fama nos anos 70 e 80, está de volta à carga. Só que não é em frente às câmeras. Aos 70 anos, ela apareceu nas manchetes de jornais europeus na última segunda-feira (16) por ter feito uma proposta ousada e inusitada ao presidente russo Vladimir Putin: uma noite de sexo em troca do fim da guerra na Ucrânia.

“Minha mensagem de paz, contra a guerra e para o presidente russo, Putin: eu me ofereço para uma noite de sexo, em troca de paz para a Ucrânia, para o povo russo!”, escreveu Cicciolina em seu perfil oficial no Instagram.

Para quem acha que a proposta é algo inédito na biografia da famosa italiana, é necessário explicar que ela já havia oferecido uma sessão tórrida de “amor” a outro líder político. Em 1990, após tropas iraquianas invadirem o Kuwait, Cicciolina também pediu o fim das hostilidades ao ditador Saddam Hussein, em troca de sexo. Até onde se sabe, a oferta não foi concretizada.

Vivendo há mais de 50 anos na Itália, Cicciolina é uma figura midiática importante no país. Ele foi a primeira mulher a mostrar os seios na TV italiana, em 1976, e mostrou que poderia ir além da pornografia ao exercer forte ativismo político na “Velha Bota”, chegando inclusive a ser deputada entre os anos de 1987 e 1992.