Ação humana elevou temperatura do planeta em 1ºC, diz relatório da ONU

Documento traça um cenário catastrófico em relação a 2030 - dez anos antes da estimativa - quando esse aumento pode chegar a 1,5ºC com riscos de desastres "sem precedentes" para a humanidade, que já enfrenta fortes ondas de calor e inundações.

Relatório do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC, na sigla em inglês), da Organização das Nações Unidas (ONU), revela que por ação humana a temperatura do planeta Terra foi elevada em 1ºC nos últimos 100 anos.

Além disso, o documento traça um cenário catastrófico em relação a 2030 – dez anos antes da estimativa – quando esse aumento pode chegar a 1,5ºC com riscos de desastres “sem precedentes” para a humanidade, que já enfrenta fortes ondas de calor e inundações.

“Este relatório deveria causar arrepios em quem o lesse (…) Mostra onde estamos e aonde vamos com as mudanças climáticas: para um buraco que continuamos cavando”, disse o climatologista Dave Reay à Rádio França Internacional (RFI).

O relatório, intitulado “Climate Change 2021: The Physical Science Basis”, afirma que a influência humana no aquecimento do planeta é inequívoco e inquestionável.

Segundo o documento, o aquecimento de 1,5°C a 2°C será ultrapassado ainda neste século se não houver forte e profunda redução nas emissões de CO² e outros gases de efeito estufa.

“Estabilizar o clima vai exigir uma redução forte, rápida e sustentada das emissões de gases de efeito estufa para alcançar a neutralidade de carbono”, disse Panmao Zhai, copresidente do grupo de especialistas que elaborou a primeira parte da avaliação do IPCC.

Avatar de Plinio Teodoro

Plinio Teodoro

Jornalista, editor de Política da Fórum, especialista em comunicação e relações humanas.