Fórumcast #19
29 de novembro de 2017, 13h51

Acusado de assédio sexual, Blatter ataca Hope Solo

"Observem o currículo desta mulher e verão o ridículo que ela está fazendo. Se verem seu currículo, entenderão muitas coisas", disparou o cartola.

“Observem o currículo desta mulher e verão o ridículo que ela está fazendo. Se verem seu currículo, entenderão muitas coisas”, disparou o cartola.

Da Redação

Em entrevista à Rádio Montecarlo, o ex-presidente da FIFA, Joseph Blatter atacou Hope Solo, ex-goleira da seleção americana de futebol. O cartola insinuou que a atleta não tem credibilidade. “Observem o currículo desta mulher e verão o ridículo que ela está fazendo. Se verem seu currículo, entenderão muitas coisas”, disparou Blatter, sem dar mais detalhes.

No começo de novembro, em entrevista ao jornal português Tribuna Expresso, Hope Solo acusou Blatter de assédio sexual. Segundo relatou, o episódio aconteceu durante a cerimônia da Bola de Ouro, em janeiro de 2013, quando Hope apresentou o prêmio de melhor jogadora. “Ele (Blatter) apalpou a minha bunda. Posso falar sobre isto (em pergunta à assessora)? Foi na entrega da Bola de Ouro há uns anos, mesmo antes de subir ao palco. É algo que se tornou banal”.

Campeã mundial e duas vezes medalha de ouro em Olimpíadas, Hope Solo estava em Lisboa participando do evento Web Summit e comentou ainda ao jornal que o assédio sexual por parte de funcionários do sexo masculino é um problema comum no futebol feminino. “Esse tipo de comportamento é frequente. Eu vi isso durante toda a minha carreira, e eu gostaria de ver mais atletas falando sobre suas experiências”, apontou. Na ocasião, Blatter negou a acusação da ex-atleta. “Essa acusação é ridícula, é absurda”, declarou à AFP.

Veja também:  Em meio à indicação para embaixada, Eduardo diz que "diplomacia sem armas é como música sem instrumentos”

*com informações do UOL Esporte
Foto: Reprodução/ YouTube


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum