Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
19 de janeiro de 2020, 17h49

Agências iranianas se contradizem sobre análise de caixa-preta de avião ucraniano

Segundo a Fars News, agência semi-oficial do Irã, a informação divulgada foi de que as caixas-pretas estariam sendo encaminhadas para a Ucrânia, onde as investigações continuariam. Já a agência oficial do governo, a IRNA, noticiou, neste domingo (19), que o Irã estaria se recusando a enviar as caixas-pretas à Ucrânia.

Equipes iranianas trabalham nos destroços do avião (Agência Fars)

Agências de notícias iranianas divulgaram informações contraditórias sobre o destino das caixas-pretas do avião ucraniano que caiu em Teerã, no início de janeiro. Citando a mesma fonte, duas agências do país noticiaram informações opostas sobre o que está sendo feito com as investigações.

Segundo a Fars News, agência semi-oficial do Irã, a informação divulgada foi de que as caixas-pretas estariam sendo encaminhadas para a Ucrânia, onde as investigações continuariam. Segundo o veículo, o chefe do Conselho de Investigação de Acidentes da Organização de Aviação Civil, Hassan Rezayeefar, tomou a decisão de enviar o material à Kiev neste sábado (18), depois de uma série de reuniões com autoridades ucranianas, e de não obter resultados ao tentar decodificar os dados das caixas-pretas.

Já a agência oficial do governo, a IRNA, noticiou, neste domingo (19), que o Irã estaria se recusando a enviar as caixas-pretas à Ucrânia. “Rezayeefar falou à IRNA, no domingo, que especialistas iranianos estão examinando as caixas-pretas do avião ucraniano, e desmentindo o relato de que elas seriam entregues para investigação na Ucrânia”, escreveu a agência.

Segundo a IRNA, Razayeefar teria dito que sua equipe está “tentando ler as caixas-pretas aqui no Irã; caso contrário, nossas opções são a Ucrânia e a França, mas ainda não se tomou nenhuma decisão no sentido de enviá-las para outro país”.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum