Argentina: Alberto Fernández faz mudanças no governo após derrota nas prévias

Seis ministros, incluindo o chefe de gabinete, são trocados em meio à crise política provocada pelo resultado eleitoral ruim

O presidente da Argentina, Alberto Fernández, anunciou mudanças nos ministério de seu governo na noite de sexta-feira (17). As alterações acontecem após a coalizão governista Frente de Todos ter desempenho ruim nas eleições prévias do último domingo.

Seis ministérios sofreram alterações, entre eles a chefia de gabinete. Santiago Cafiero, muito próximo de Fernández, saiu do posto e deu lugar a Juan Manzur, governador de Tucumán. Cafiero, no entanto, vai seguir no governo, no comando das Relações Exteriores. O novo chanceler substitui o contestado Felipe Solá.

Na Segurança, assume Aníbal Fernández, ex-ministro de Cristina Kirchner e Néstor Kirchner. Na Educação, chega Jaime Perzyck enquanto Daniel Filmus comandará a Ciência e Tecnologia. Julián Domínguez chega pasta de Pecuária, Agricultura e Pesca.

Além disso, Juan Rossa foi anunciado como novo secretário de Comunicação de Imprensa, no lugar de Juan Pablo Biondi.

A última semana foi repleta de tensões no governo Fernández, o presidente anunciou mudanças logo após reconhecer a derrota, mas demorou a reformar o gabinete. A vice-presidenta Cristina Kirchner chegou a escrever uma carta cobrando novos rumos. Um dos alvos da ex-presidenta foi Biondi, acusado de operar vazamentos na imprensa contra ela.

Um dos pontos enfatizados pela ex-mandatária foi a situação complicada da economia argentina. O presidente, no entanto, manteve o ministro Martín Guzmán.

A escolha de Manzur chegou a ser alvo de críticas do movimento feminista. O governador é acusado de dificultar a a interrupção da gestação por adolescentes. A ministra da Mulher, Eli Gómez Alcorta, reforçou que o governo está comprometido com políticas de gênero e diversidade.

O governo busca uma recuperação para evitar que o resultado das prévias se consolide nas eleições legislativas de 14 de novembro.

Publicidade

Com informações do Opera Mundi e do Página12

Avatar de Lucas Rocha

Lucas Rocha

Lucas Rocha é formado em jornalismo pela Escola de Comunicação da UFRJ e cursa mestrado em Políticas Públicas na FLACSO Brasil. Carioca, apaixonado por carnaval e pela América Latina, é repórter da sucursal do Rio de Janeiro da Revista Fórum e apresentador do programa Fórum Global

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR