Alberto Fernández relembra prisão de Lula e protesta contra “arbitrariedade judicial” na América Latina

"Teve e tem meu apoio", escreveu o presidente argentino sobre o petista

O presidente da Argentina, Alberto Fernández, foi às redes sociais nesta quarta-feira (7) protestar contra o que chama de “arbitrariedade judicial” na América Latina e prestar apoio ao ex-presidente Lula (PT). Nesta quarta, completam-se três anos do dia em que o petista foi preso, condição na qual permaneceu por 580 dias.

Em publicação no Twitter, Fernández compartilhou uma foto em que aparece fazendo o símbolo do “Lula Livre” em frente à Polícia Federal de Curitiba durante visita ao ex-presidente. O mandatário argentino também disse que Lula “teve e tem” seu apoio.

“3 anos atrás @LulaOficial ele se entregou à polícia por uma causa armada e manipulada para impedi-lo de participar do processo eleitoral. Por isso teve e tem meu apoio e meu compromisso de acabar com a arbitrariedade judicial que condiciona as democracias da região”, escreveu Fernández.

Confira:

Avatar de Luisa Fragão

Luisa Fragão

Jornalista.