Alberto Fernández revela plano traçado com Peru e México para salvar Evo Morales

Argentino participou de articulação feita com Martín Vizcarra, do Peru, e López Obrador, do México, para garantir asilo político ao ex-presidente boliviano; um avião será enviado

O presidente eleito da Argentina, Alberto Fernández, revelou na noite desta segunda-feira (11) que a saída de Evo Morales da Bolívia só será possível através de uma ação conjunta entre ele e os presidentes do México, López Obrador, e do Peru, Martín Vizcarra. O México concedeu asilo político ao ex-presidente boliviano, vítima de um golpe de Estado.

Em discurso feito no lançamento do seu livro “Política e eleições na América Latina”, Fernández dedicou parte do seu discurso ao golpe ocorrido na Bolívia e aproveitou para comentar sobre o asilo de Evo Morales. Fernández conta que, através de uma articulação feita por ele e pelos presidentes do Peru e do México, será possível levar Morales da Bolívia para o solo mexicano.

“Temos que ter uma grande gratidão com o presidente Lopez Obrador. O México está fazendo isso de novo, como aconteceu conosco nos anos 70”, conta o peronista, referindo-se aos asilos concedidos pelo México durante a ditadura do Terrorismo de Estado , na Argentina. “Agradeço a Vizcarra, que abriu o espaço aéreo para o avião que vai buscar Evo”, completa.

Apenas com o apoio do peruano que será possível levar Morales para fora da Bolívia. O espaço aéreo boliviano está fechado, então foi preciso um plano que garantisse a chegada de um avião enviado por López Obrador no Peru para que Morales pudesse decolar.

“Não é um bom dia para nós. Na Bolívia se interrompeu a democracia. E as coisas aconteceram de tal maneira que geraram uma crise social e um enfrentamento enorme que não se sabe onde termina”. afirmou ainda.

Assista à declaração de Fernández (a fala começa em 32;

 

Avatar de Lucas Rocha

Lucas Rocha

Lucas Rocha é formado em jornalismo pela Escola de Comunicação da UFRJ e cursa mestrado em Políticas Públicas na FLACSO Brasil. Carioca, apaixonado por carnaval e latino-americanista convicto, é repórter da sucursal do Rio de Janeiro da Revista Fórum e apresentador do programa Fórum América Latina

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR