Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
03 de janeiro de 2020, 08h38

Após ameaça de retaliação, embaixada dos EUA pede que população deixe o Iraque imediatamente

O ministro de Relações Exteriores do Irã, Javad Zarif, disse que o país norte-americano será responsável “por todas as consequências de sua aventura”

Reprodução/EuroNews

A embaixada dos Estados Unidos em Bagdá, no Iraque, pediu a todos os cidadãos nesta sexta-feira (3) que deixem o país imediatamente. Aviso vem horas depois dos EUA assassinar o general Qassem Soleimani, líder da Força Revolucionária do Irã, em ataque ao aeroporto da capital iraquiana.

“Devido ao aumento das tensões no Iraque e na região, a Embaixada dos EUA pede aos cidadãos americanos que sigam o Aviso de Viagem de janeiro de 2020 e saiam do Iraque imediatamente. Os cidadãos dos EUA devem partir via companhia aérea sempre que possível, e, na sua falta, para outros países via terra”, disse o comunicado.

A orientação da embaixada também reage a uma possível retaliação do Iraque e Irã aos Estados Unidos. O primeiro-ministro iraquiano Adel Abdul Mahdi condenou o “assassinato” de Soleimani e disse que o ataque é um ato de agressão ao país e sua soberania.

O ministro de Relações Exteriores do Irã, Mohamad Javad Zarif, também comentou o caso e classificou o assassinato do general como “ato de terrorismo internacional dos EUA” e ressaltou que o país da América do Norte será responsável “por todas as consequências de sua aventura”.

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum

#tags