Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
15 de janeiro de 2020, 10h20

Até republicanos querem colocar freio em Trump no conflito contra o Irã

Senadores do partido de Trump devem aprovar a resolução que limita o poder do presidente nas ações militares contra o Irã

Foto: House Television

Maioria no Senado, republicanos deverão aprovar a resolução que limita o poder do presidente norte-americano Donald Trump em ações militares contra o Irã na próxima semana. Opinião é do democrata Tim Kaine, responsável pelo texto, que diz ter apoio do partido de Trump.

“Agora temos uma maioria de colegas, democratas e republicanos, que defenderão firmemente o princípio de que não devemos ir à guerra sem uma votação do Congresso”, disse o senador na terça-feira (14). A proposta ainda precisa ser aprovada na Câmara, de maioria democrata.
Medida vem como resposta ao ataque dos EUA no Iraque que matou o general iraniano Qassem Soleimani, dando início a diversas ameaças de vingança e guerra.
Quatro senadores republicanos já declararam apoio à norma proposta por Kaine: Rand Paul, Mike Lee, Todd Young e Susan Collins. Estes votos são suficientes para conseguir as 51 cadeiras necessárias para aprovar o projeto.
O texto de Tim Kaine é diferente do projeto aprovado pela Câmara na semana passada, com 224 votos favoráveis e 194 contrários. Diferentemente do texto do Senado, seu caráter não é vinculante – ou seja, não precisa ser obrigatoriamente respeitada pela Casa Branca.

Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum