Fórumcast, o podcast da Fórum
15 de março de 2019, 06h23

Atiradores matam ao menos 49 em mesquitas na Nova Zelândia; ataque foi transmitido ao vivo por matador

Um homem usou um rifle automático para atingir os fieis e transmitiu o massacre, ao vivo, pela internet.

Ataque a mesquitas na Nova Zelândia foi transmitido ao vivo por atirador (Reprodução/Twitter)

Pelo menos 49 pessoas morreram e outras 48 ficaram feridas em ataques simultâneos em duas mesquitas nesta sexta-feira (15) na Nova Zelândia. Um homem usou um rifle automático para atingir os fieis e transmitiu o massacre, ao vivo, pela internet. O vídeo mostra ele atirando sem parar enquanto caminhava.

Leia também: Dogolochan: até quando ‘mascus’ vão destilar ódio, ameaças e marcar hora para matar?

Ao menos quatro pessoas envolvidas nos ataques foram detidas: três homens – dos quais um seria australiano – e uma mulher. A polícia local informou, porém, que não está descartada a hipótese de que outros agressores estejam envolvidos e, portanto, foragidos.

Um dos alvos do ataque contra a comunidade muçulmana foi a mesquita de Linwood, que estava lotada com mais de 300 pessoas, no subúrbio de Linwood, em Christchurch.

Outra mesquita atacada foi a Masjid Al Noor, ao lado do Parque Hagley. Relatos indicaram novo tiroteio no local.

Dos 49 mortos até agora, 48 morreram baleados nas mesquitas e um foi levado com vida, mas morreu em um hospital. Não foi divulgado ainda as identidades das vítimas.

A polícia confirmou que localizou um carro-bomba estacionado na Strickland Street, a cerca de 3 km do Hagley Park.

Nossa sucursal em Brasília já está em ação. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Saiba mais.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum