Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
31 de agosto de 2019, 16h05

Bispos brasileiros vão a Roma para debater crise na Amazônia com papa Francisco

Sínodo da Amazônia terá participarão de 102 bispos de nove países, sendo 57 brasileiros, para discutir o descaso do governo Bolsonaro em relação ao meio ambiente

Foto: Twitter/Pontifex

A repercussão internacional das queimadas na Amazônia e a forma pela qual o governo de Jair Bolsonaro trata o assunto chamaram atenção até mesmo do papa Francisco. Ele já havia destacado um trecho de seu discurso de domingo (25) para falar sobre o assunto, na Praça de São Pedro, no Vaticano. Agora, receberá bispos brasileiros para debater sobre o assunto.

“Estamos todos preocupados com os grandes incêndios que se desenvolveram na Amazônia. Oremos para que, com o empenho de todos, sejam controlados o quanto antes. Aquele pulmão de florestas é vital para o nosso planeta”, disse.

Se você curte o jornalismo da Fórum clique aqui. Em breve, você terá novidades que vão te colocar numa rede em que ninguém solta a mão de ninguém

O tema meio ambiente e críticas ao governo Bolsonaro certamente deverão marcar o Sínodo da Amazônia. O Brasil estará presente no evento, que será realizado entre os dias 6 e 27 de outubro, em Roma.

Participarão do encontro 102 bispos de nove países, sendo 57 brasileiros. Bolívia, Colômbia, Equador, Guiana, Peru, Suriname, Venezuela e Guiana Francesa também enviarão representantes.

Críticas à forma de condução do governo Bolsonaro em relação ao crime ambiental na Amazônia vão aumentar o desgaste internacional do Brasil.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum