Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
10 de novembro de 2019, 22h19

Bolívia recebe solidariedade internacional em meio a golpe que derrubou Evo Morales

Entre os que se manifestaram contra o golpe estão Lula; o presidente do México, López Obrador; o presidente eleito da Argentina, Alberto Fernández; o líder opositor britânico Jeremy Corbin; e o movimento das Avós da Praça de Maio, da Argentina

Evo Morales (Divulgação)

Além do ex-presidente Lula, do presidente eleito da Argentina, Alberto Fernández, e do ex-ministro Fernando Haddad, diversas lideranças, movimentos e organizações foram a público demonstrar solidariedade ao povo boliviano e condenar o golpe de Estado promovido pela direita aliada com as Forças Armadas.

O presidente da Bolívia, Evo Morales, anunciou neste domingo sua renúncia em meio a uma forte onda de violência promovida por opositores contra lideranças do MAS, seu partido, com queima de casas e sequestros de parentes. “É minha obrigação buscar essa pacificação, espero que Mesa e Camacho entendam essa mensagem. Não prejudique as pessoas pobres, não use as pessoas. […] Estou renunciando para que meus companheiros não sejam intimidados nem ameaçados”, declarou Morales.

Confira algumas reações:

 

Golpe na Bolívia


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum