Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
11 de fevereiro de 2020, 10h49

Bolsonaro elogia Trump um dia depois dos EUA retirarem privilégios comerciais do Brasil

O Brasil e cerca de 20 outros países foram retirados da lista de “países em desenvolvimento”, permitindo que Trump aplique novas barreiras comerciais

Foto: Alan Santos/PR

Um dia depois de os Estados Unidos retirarem o Brasil da lista de nações consideradas em desenvolvimento, o presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido-RJ), voltou a exaltar, nesta terça-feira (11), o chefe de estado americano, Donald Trump. 

Em conversa com apoiadores na saída do Palácio da Alvorada, Bolsonaro perguntou o motivo pelo qual “Trump é tão criticado pela imprensa nos Estados Unidos”.

“O cara [Trump] diminuiu o desemprego, melhorou a economia, atendeu os latinos que já estão lá… Será que notícia boa a imprensa não vende? Será que é isso?”, interpelou.

Após a rápida conversa, Bolsonaro foi questionado por jornalistas sobre a decisão de retirar o país da lista de nações em desenvolvimento. Bolsonaro, no entanto, recusou-se a responder.

Brasil e outros 20 países

Com objetivo de afetar economicamente a China, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, tomou uma decisão nesta segunda-feira (10) que afeta os interesses econômicos do Brasil. Apesar de ser visto pelo governo Bolsonaro como um grande aliado, essa não é a primeira vez que o estadunidense toma decisões que afetam o país sem se preocupar com os impactos.

O Brasil e cerca de 20 outros países foram retirados da lista de “países em desenvolvimento”, permitindo que Trump aplique novas barreiras comerciais.

“Ridículo”

O jornal britânico The Guardian ridicularizou, em sua edição deste sábado (8), o fato do presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido) publicar um vídeo de si mesmo assistindo ao discurso do presidente americano Donald Trump.

De acordo com o jornal, “mais de 4.000 milhas ao Sul, no coração do próprio pântano político do Brasil, Bolsonaro se sentou para assistir – filmando-se vendo o discurso de Trump durante uma hora e oferecendo comentários ocasionais para a câmera, saudando seu herói norte-americano ou repreendendo inimigos na política e na imprensa”.

Com informações do UOL


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum

#tags