Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
28 de fevereiro de 2019, 08h08

Delegação brasileira abandonou sala durante discurso de representante de Maduro na ONU

O deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho de Jair Bolsonaro, compartilhou o vídeo e comemorou o ato no Twitter.

Jorge Arreaza, ministro das Relações Exteriores da Venezuela (Foto: Flickr / Chancelaria venezuelana)

O Brasil e outras delegações abandonaram sala de conferências na sede da Organização das Nações Unidas (ONU) na manhã de quarta-feira (27), em Genebra, na Suíça, enquanto o ministro das Relações Exteriores da Venezuela, Jorge Arreaza, discursava defendendo o governo do presidente Nicolás Maduro.

O deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho de Jair Bolsonaro, compartilhou o vídeo e comemorou o ato no Twitter.

Segundo o jornalista Jamil Chade, que estava no local, mais de 60 diplomatas deixaram a sala – além do Brasil, representantes do Grupo de Lima, Israel, Austrália e alguns países europeus – no que ele chamou de “um ato raro na diplomacia”.

Em 2010, delegações dos Estados Unidos e da União Europeia abandonaram a Assembleia Geral da ONU durante discurso do presidente do Irã, Mahmud Ahmadinejad. Na época, Ahmadinejad disse que os EUA estavam por trás do 11 de setembro.

Nossa sucursal em Brasília já está em ação. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Saiba mais.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum