Canadá passa a exigir teste negativo de covid a estrangeiros que ingressam no país

País já havia suspendido voos provenientes do Reino Unido e agora adota nova medida, que estará vigente por tempo indeterminado

O temor de que a nova cepa britânica do coronavírus SARS-CoV-2 se espalhe pelo país levou o governo do Canadá a impor uma nova exigência a todos os não residentes que ingressem no país.

A partir deste deste sábado (2), todo estrangeiro que quiser entrar no Canadá apresentar um teste negativo de covid realizado menos de três dias antes da sua chegada.

O anúncio foi realizado em uma coletiva de imprensa na qual participaram vários ministros, mas que foi liderada pelo titular da pasta de Assuntos Intergovernamentais, Dominic LeBlanc.

“Apenas 2% dos casos de covid-19 registrados no Canadá têm origem em pessoas que trouxeram o vírus do exterior, mas devido à nova cepa e o que ela pode gerar, acreditamos ser necessário reforçar as medidas para diminuir ainda mais essa porcentagem”, comentou LeBlanc, que também detalhou que a nova medida estará vigente por tempo indeterminado.

Na semana passada, o Canadá já havia suspendido todos os voos provenientes do Reino Unido ao menos até o dia 6 de janeiro – o que poderia ser prorrogado, dependendo das circunstâncias.

O Canadá iniciou a vacinação contra o coronavírus no dia 14 de dezembro, priorizando profissionais da saúde e idosos maiores de 60 anos. O país comprou 20 milhões de doses do imunizante desenvolvido conjuntamente pelas farmacêuticas Pfizer (Estados Unidos) e BionTech (Alemanha).

Avatar de Victor Farinelli

Victor Farinelli

Jornalista formado pela Universidade Católica de Santos, há 15 anos é correspondente na Argentina (2004 e 2005) e no Chile (desde 2006).