Entrevista exclusiva com Lula
18 de agosto de 2019, 21h18

Cartunista Art Spiegelman é censurado pela Marvel após críticas a Trump

Em texto encomendado pela Marvel, Spiegelman comparou o presidente americano ao vilão do Capitão América

Art Spiegelman é ilustrador, cartunista e autor de histórias em quadrinhos americano. (Foto: Reprodução)

Ganhador do prêmio Pulitzer em 1992 pela história em quadrinhos “Maus”, o cartunista Art Spiegelman contou que a Marvel solicitou a retirada de uma crítica ao presidente americano Donald Trump de um texto encomendado a ele. O cartunista teria comparado Trump ao vilão do Capitão América. A informação é do jornal britânico Guardian, que publicou a íntegra do texto censurado.

O texto solicitado a Spiegelman iria compor a introdução do livro “Marvel: The Golden Age 1939-1949”, uma coleção que aborda histórias do Capitão América ao Tocha Humana.

No texto, o autor conta sobre como os jovens cartunistas judeus dos primeiros super-heróis tratavam de questões políticas como a Grande Depressão e a Segunda Guerra Mundial. Spiegelman encerra dizendo que “no mundo real de hoje o vilão mais maligno do Capitão América, o Caveira Vermelha, está vivo na tela e um Caveira Laranja assombra a América.”

Após enviar o ensaio, a editora informou ao autor que a Marvel estava tentando se manter sem uma posição política definida e “que não está permitindo a suas publicações ter uma postura política”.

Spiegelman ainda contou que o atual presidente e antigo CEO da Marvel Entertainment, Isaac Perlmutter, é um antigo amigo de Donald Trump e que ele e sua mulher doaram US$ 360 mil (cerca de R$ 1,4 mi) cada um, para a campanha de Trump do ano que vem. “Eu também tive que aprender, mais uma vez, que tudo é política. Assim como o Capitão América socando Hitler no queixo”, conclui.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum