segunda-feira, 21 set 2020
Publicidade

Caso Itaipu, envolvendo acordo ilegal de Bolsonaro, é destaque na The Economist

O jornal inglês The Economist publicou uma reportagem especial no domingo (18) sobre o acordo secreto de Itaipu. Com o título “Acordo secreto de energia com Brasil causa crise política no Paraguai”, a reportagem destaca sobre como o atual presidente do país vizinho, Mario Abdo Benítez, fechou um acordo secreto com o Brasil que reduziria ainda mais o acesso do Paraguai à energia barata. A matéria cita, ainda, o pedido de impeachment que Abdo Benítez sofreu e a importância de uma renegociação do tratado na hidrelétrica.

O caso de Itaipu, que acabou envolvendo a família Bolsonaro e um suplente do Major Olímpio (PSL-SP), Alexandre Giordano (PSL), revelou um acordo secreto que estabelecia que o Brasil pagaria menos pela energia excedente paraguaia, impondo ao país vizinho um prejuízo calculado em 200 milhões de dólares.

Quando o acerto por baixo dos panos veio à tona, através da divulgação de uma série de conversas de Whatsapp entre o vice-presidente paraguaio e demais autoridades, cinco integrantes do governo vizinho renunciaram, entre eles o ministro das Relações Exteriores e o presidente paraguaio de Itaipu.

O nome de Bolsonaro entrou no escândalo pela voz de um assessor do vice-presidente paraguaio, Hugo Velázquez, o advogado Joselo Rodríguez. Em meio às tratativas, Rodríguez entrou em contato com dirigentes da Ande para pressionar pela retirada de um item específico do acordo, dizendo ser desejo da “‘família presidencial’ do país vizinho”. Seu interlocutor era o empresário Alexandre Giordano, lobista apontado como representante de uma empresa brasileira chamada Léros Energia.

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.